QUADRILHA PASSA 4H FAZENDO 'LIMPA' EM LOJA E EMPRESáRIO é OBRIGADO A FECHAR AS PORTAS COM PREJUíZO
12.03.2015

Quadrilha passa 4h fazendo ‘limpa‘ em loja e empresário é obrigado a fechar as portas com prejuízo

Com cerca de R$ 40 mil em prejuízos, a loja Empório Cuiabá fecha as portas na capital do Estado. O estabelecimento comercial, instalado na rua Castelo  Branco, no bairro Quilombo, foi vítima de assalto nessa semana. 

Pelo menos dez ladrões ‘atuaram’ na ação. Sete deles invadiram o estabelecimento e outros três ‘auxiliaram’ na logística de retirada dos materiais. Audaciosos, os bandidos chegaram ao cúmulo de ‘lanchar’ durante as quatro horas em que realizaram o verdadeiro ‘limpa’ no local. As imagens de segurança apontam que a ação criminosa teve início a 0h41.
 
As informações foram coletadas por meio das imagens de segurança da empresa. Todo o delito foi registrado pelo circuito de segurança, que foi danificando pelos criminosos e não disparou. Os bandidos arrancaram da parede toda a central de segurança, levando a fiação da loja junto.

Confira o vídeo da câmera de segurança:


 
A unidade física da Empório Cuiabá estava em funcionamento há dois anos, mas a empresa já atuava no ramo de revenda de roupas de grifes famosas  pela internet há outros três. “Infelizmente, depois do que aconteceu essa é a nossa saída. Quem sabe, no futuro, possamos retomar as atividades, mas dessa vez em um ambiente mais seguro como um shopping”, conta o um dos proprietários do local, o empresário Aurimar Espíndola Nogueira.
 
Ele relata que a análise das imagens mostra que a quadrilha chegou ao local usando uma caminhonete Ecosport, de cor prata.  Os bandidos conseguiram acesso a loja depois de arrombarem a lateral de uma outra empresa. De lá, conseguiram estourar uma parede de gesso e puderam entrar no estabelecimento.
 
As peças de roupas, cerca de 150 no total, foram colocadas em sacolas plásticas e posteriormente levadas para o lado externo da unidade. Na rua, os sete criminosos que invadiram o local tiveram apoio de outros três bandidos que chegaram em um Fiat Uno.   
 
“As imagens de segurança mostram que três homens chegaram em uma caminhonete Ecosport. Na sequência, chegam mais um a pé e logo outro em uma moto. Um tempo depois, outros dois homens aparecem e se unem ao grupo. Eles colocaram as roupas em sacos de lixo e aparecem jogando no carro”.
 
O empresário relembra que todas as ‘medidas possíveis de segurança’ como a instalação de grades, películas nos vidros, alarme, monitoramento eletrônico foram adotadas. ‘O alarme não disparou. E nosso seguro não vai cobrir em 100%  os prejuízos que tivemos”.
 
Além do registro de ocorrência, das declarações prestadas perante à Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá, a expectativa é de que as câmeras de segurança instaladas pela Secretaria de Segurança Pública na avenida Getúlio Vargas possam auxiliar na identificação das placas do carros, bem como dos ladrões.
 
“Se trabalha tanto, se sonha tanto e se vira uma estatística da segurança. O governo vai na tv, bate no peito,  afirma que tudo vai mudar, o que não acontece. Na prática, virei só mais uma estatística.  Só naquela região, nos últimos meses, foram seis registros de ocorrência de roubos naquela região”, desabafa.
 
Durante as quatro horas em que os bandidos estiveram no interior da loja, uma equipe da Polícia Militar chegou a passar pela via, mas a unidade não percebeu o que ocorria.
 
Nova Gestão 

Ao assumir a pasta da secretaria de Segurança Pública em Mato Grosso, Mauro Zaque, assinou um termo de compromisso em que 65 grandes ações são previstas para área a serem executadas no prazo de 100 dias. Dentre elas, uma série de ações para encerramento de inquéritos policiais e o fortalecimento da equipe da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá.
 
Em recente entrevista, o secretário executivo de Segurança Pública, afirmou que medidas são implementadas como por exemplo, o remanejamento de policiais militares que estão cedidos à outras instituições desviando-se de suas atividades operacionais. “Não queremos mais esse formato. De polícia reativa, atuando nos efeitos delitivos do crime. A nova gestão tem como premissa a repressão, mas um trabalho que é qualificado”. 

Dados divulgados pela Secretaria apontam ainda que  as operações desenvolvidas com foco na prevenção e redução dos índices criminais no Estado, especialmente nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande, revelam que desde o dia 6 de janeiro até o último dia 8 de março, a Polícia Militar abordou 140.507 pessoas, 42.940 veículos, 60.943 motos, 3.278 pessoas foram conduzidas às Delegacias de Polícia, 205 mandados de prisão foram cumpridos, 3.855 veículos foram apreendidos, 303 veículos e 407 motos foram recuperados e 201 armas de fogo foram retiradas de circulação. 
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade