'PODE MORRER BEBA?', POSTOU ESTUDANTE ANTES DE ACIDENTE EM NATAL
12.03.2015

Najla Chacara morreu na madrugada desta quinta (12) após bater o carro.
Pouco antes ela falava sobre morrer em um grupo do WhatsApp.

Jovem teria perguntado se podia ‘morrer beba‘ em conversa de WhatsApp (Foto: Reprodução)Jovem teria perguntado se podia ‘morrer beba‘ em conversa de WhatsApp (Foto: Reprodução)

A estudante de Direito Najla Chacara, de 21 anos, que morreu após bater o carro em um poste na madrugada desta quinta-feira (12), em Natal, conversava com amigos em um grupo do WhatsApp - pouco antes do acidente - sobre morrer "beba". Às 23h25 ela escreveu "Lipeeee. Pode morrer beba? kkkk" (sic).

Najla morreu no local do acidente (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Najla morreu no local do acidente
(Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Outra pessoa que também participa do grupo responde: "Morra não amiga! Tem que aproveitar um pouquinho mais" (sic).

O acidente aconteceu por volta das 0h30 no prolongamento da Avenida Prudente de Morais. De acordo com a Polícia Militar, Najla estaria bebendo em um bar com amigas e na volta para casa perdeu o controle do carro e colidiu contra um poste.

O Corpo de Bombeiros precisou cortar o teto do veículo para retirar as vítimas. A Polícia Militar informou ainda que foi encontrada uma garrafa de vinho dentro do veículo. A Policia Civil pediu ao Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) exame toxicológico e de dosagem alcoólica no corpo de Najla.

Uma amiga de Najla que também estava dentro do automóvel foi socorrida ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho com fraturas. De acordo com a assessoria do hospital, ela está em observação no setor de politraumas e não corre risco de morte. De acordo com a Polícia Militar, esta outra ocupante do veículo tem 20 anos de idade.

Carro ficou destruído com o impacto da colisão (Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi)Carro ficou destruído com o impacto da colisão (Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi)
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade