ESTUDANTES DORMEM NA FILA PARA SE INSCREVEREM NO FIES
12.03.2015

FMU da Liberdade diz que não precisa de fila porque todos serão atendidos.
A aluna Marily dos Santos entrou na fila às 22h40 e portões só abrem às 8h.

Estudantes de todo o país têm enfrentado dificuldades para acessar a página do  Financiamento Estudantil (Fies) na internet e pedir o benefício. Em São Paulo, alunos da Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) na Liberdade, Centro de São Paulo, estão dormindo na fila para conseguir o financiamento.

O Fies é um programa do governo federal que paga as mensalidades do aluno enquanto ele está cursando. Depois da formatura, o estudante paga o curso em várias prestações com juros abaixo do mercado

Uma placa colocada no portão da faculdade informa que não há necessidade de formar fila porque todos os alunos serão atendidos, mas às 4h, estudantes já esperavam na frente do prédio, apesar das portas abrirem às 8h.  A estudante Marily dos Santos chegou ainda mais cedo _saiu da aula às 22h40 e entrou na fila.

Desde fevereiro, Sidney Francisco, estudante de psicologia, tenta completar o cadastro do Fies pela internet. “Vinte e quatro horas sem dormir e quando durmo é entre 1h e 2h, e vou tentar, e sempre dando, erro, erro, erro e não consigo", disse.

Muitos alunos entrevistados pela reportagem do Bom Dia São Paulo dizem que quando fizeram a matrícula, no mês passado, deixaram claro que só poderiam cursar a faculdade se o financiamento do Fies fosse aprovado. Agora as mensalidades estão chegando e não conseguem entrar no site do programa.

Na terça-feira, devido aos problemas nas inscrições para o Fies, um grupo de alunos daFMU protestou e ocupou os dois sentidos da Avenida Liberdade. Os alunos que participaram do protesto foram encaminhados pela faculdade a um auditório e lá conversaram com o reitor, que forneceu senhas prioritárias para o dia seguinte.

Em nota, a FMU esclareceu que o sistema do Fies apresentou instabilidade durante toda a tarde de segunda-feira (9), o que "gerou inoperância e reduziu a capacidade de atendimento". Ainda de acordo com a faculdade, os alunos que esperavam atendimento na segunda foram remanejados para esta terça-feira e isso causou a longa espera. "A esses estudantes foi dada também a possibilidade de retorno nos próximos três dias, em turnos de sua preferência", afirma.

Estudantes reclamaram de tempo de espera e pouca distribuição de senhas (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Estudantes reclamaram de tempo de espera e pouca distribuição de senhas (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)

Problemas 
Os estudantes têm reclamado, em sua maioria, por não conseguirem passar da terceira etapa do cadastro. Nesta fase, são informados os dados da faculdade e os valores do curso escolhido. Ao tentar acessar a quarta etapa, aparece o erro "M321", que indica que o financiamento está indisponível para o curso. Entretanto, a faculdade diz não ter restrições com o Fies.

Segundo a FMU, "[A faculdade] não estabelece nenhum limite de vagas, valores ou disciplinas para alunos do Fies. Qualquer limitação é responsabilidade exclusiva do Governo Federal."

Instabilidade
O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, ligado ao MEC, diz que "ocorreram momentos de indisponibilidade" no site do Fies e que está "tomando todas as medidas possíveis para superar as dificuldades". E acrescenta que "o prazo de inscrição vai até o dia 30 de abril".

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade