CORPO DE JAIR RODRIGUES É VELADO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SÃO PAULO
09.05.2014

Foto: Celso Tavares / EGO

Corpo de Jair Rodrigues é velado na Assembleia Legislativa de São Paulo; veja fotos

O velório do cantor Jair Rodrigues acontece na Assembleia Legislativa de São Paulo na noite desta quinta-feira, 8, com a presença de amigos e familiares. Um dos primeiros a chegar ao local foi Jairzinho, filho do cantor, acompanhado da mulher, a atriz Tania Khalill. O casal chegou de mãos foi direto para uma área reservada para a familia. A mulher de Jair, Clodine, chegou ao local do velório um pouco mais tarde e também foi direto para o espaço reservado. Na hora da cerimônia, realizada por um padre, Luciana Mello rezava enquanto Clodine era amparada por Jairzinho. A atriz Tania Khalill esteve ao lado do marido todo o tempo. Jairzinho, que foi uma das pessoas a carregar o caixão, conversou com a imprensa e falou sobre sua perda, mas ressaltou que a alegria de viver era a marca registrada de seu pai: "Para quem fica é um momento de tristeza, mas a gente sabe como era o Jair Rodrigues, era alegria pura, a alegria em estado bruto. Nesse momento o que eu sinto é, claro, a tristeza de ter perdido meu pai, mas também a alegria de ter tido a honra de ser filho de uma alma extremamente alegre, uma pessoa que me apresentou a vida, me apresentou a música. Então, não tenho a sensação de dizer ‘Perdi meu pai‘, eu ganhei a chance especial de ser filho de Jair Rodrigues". Jairzinho também comentou o estado de saúde do pai. "Ele estava bem, essas coisas acontecem, são coisas da vida. Às vezes você está bem e de uma hora pra outra não está mais aqui. Mas não significa que não esteja bem. Tenho certeza que ele está em algum lugar abrilhantando. Porque o sorriso dele iluminava sempre", disse o primogênito, que recebeu a notícia pela mãe. "Estava na minha casa. Minha mãe me ligou meio desesperada, obviamente, e fui correndo pra casa deles. É uma sensação difícil de lidar, mas tenho muita gratidão", afirmou Jairzinho. Emocionado, ele ressaltou as maiores lições que herdou do pai: "O sorriso, a música. Tem tantas coisas que ele me ensinou que é muito grandioso pra eu resumir em uma palavra. Acho que marca é o sorriso, a alegria, a simplicidade. Era um ser humano incrível. O que resta é eu, minha irmã, minha mãe, quem fica aqui, levar pra frente essa alegria". O cunhado e produtor de Jair, Pedro Mello, falou sobre a causa da morte do amigo. "Não da para precisar o momento que ele morreu porque o Jair fazia sauna três vezes por dia. Há três meses ele fez um check up e estava com a saúde de ferro, há 10 dias que foi diagnosticado um principio de anemia, que não tem nada a ver com a causa do infarto". O cantor Eduardo Araújo também lamentou a perda do amigo. "Achei que ele fosse eterno. Que minha silvinha receba ele no céu", disse. Pedro também comentou sobre a personalidade e do carisma do cantor. "Jair era sinônimo de alegria, sempre carinhoso com todos, nunca se recusou a atender os fãs. O Brasil inteiro esta de luto. Estamos muito abalados, mas essa é a vontade de Deus".O velorio ficará aberto ao público. "Ele sempre foi do povo, nao seria agora que iriamos impedir os fas de chegar perto dele", disse Pedro. Roberta Miranda, amiga pessoal de Jair Rodrigues, estava muito emocionada durante o velório. "Não queria ter vindo aqui. Porque não tenho mais estrutura para perder tanta gente que eu amo. Só que amanha de manha estarei viajando para Aracaju, então tive que tomar coragem pra ver o meu amigo. Ele é um cara que eu devo demais. Ele é um ser humano que eu tenho que me espelhar. Até pedi desculpas por estar chorando, porque a dor é demais, mas a gente morre de rir com ele. A última lembrança que eu tenho é dele me xingando, faz duas semanas, brincando. A gente brincava, se amava, a gente nao estava nem ai. O Jair nao é de bastidores. Que tem aquela pessoa que chega nos bastidores e é uma mascara. O Jair nao tem isso. Ele era a mesma pessoa no carro, no boteco, na televisão, com seus colegas. Estava na essência dele". Marisa Orth, Rappin Hood, Juca Chaves, João Suplicy e Supla e Simony também estiveram no velório. Simony lamentou a morte de Jair. "(O caixão) Nao combina ele lá. Existem pessoas que parecem que vão ser pra sempre e queria que ele fosse". Luiza Possi também deu seu último adeus e prestou homenagens a Jair. "O Jair era cheio de vida e de repente vai pra outra dimensão. Ai deixa saudade, ne? Porque pessoas desse jeito, pessoas assim, fazem muita falta". Nesta quarta-feira, 8, Jair teria um show em Praia Grande, no litoral de São Paulo. "Se pudesse ele faria show todos os dias. O Jair acabou de gravar o CD duplo "Samba mesmo", contou o produtor. Angelina Muniz e a filha, Aline, e as cantoras Claudia e Lady Lu e a apresentadora Ione Borges também foram dar seu adeus ao cantor. Helio Silva, ex-lutador de luta livre, que foi padrinho do casamento de Jair, falou sobre a relação que tinha com o amigo. "Vi essa família crescer, namorar, ter filhos. São mais de 40 anos de amizade, viajamos para vários paises, uma trajetória muito longa juntos. Ele era um irmão pra mim", disse ele, que também falou sobre a saúde do cantor. "A Clodine (mulher de Jair) me disse semana passada que ele estava com um pouco de anemia e que tinha marcado médico para ele. Mas não esperávamos que isso fosse acontecer". Segundo a assessoria de imprensa de Jair, ele foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira, 8, em sua casa, em Cotia, em São Paulo. Ele foi vítima de um infarto agúdo do miocárdio e segundo informações da família não apresentava nenhum problema de saúde. Ainda segundo nota da assessoria, Jair Rodrigues - que ainda é pai de Luciana Mello - estava na sauna no momento da morte. A família enviou nota oficial à imprensa agradecendo por todo apoio que vem recebendo. Em entrevista à revista "Caras", em janeiro deste ano, Jair se disse "o homem mais feliz do planeta". "Graças a Deus, têm acontecido coisas maravilhosas na minha carreira e na minha vida particular. Eu sou o homem mais feliz do planeta. Se eu não for o homem mais feliz do planeta, sou um deles. Hoje, estou mais contente porque a Luciana acaba de dar à luz Tony. O bicho é macho”, contou ele à publicação, referindo-se ao primeiro neto do sexo masculino. Jair também era avô de Nina, de 4 anos, filha de Luciana e do fotógrafo Ike Levy, e de Isabella, de 6 anos, e Laura, de 2 anos, herdeiras de Jair de Oliveira e da atriz Tania Khalill.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade