AUSTRíACO BILIONáRIO é PRESO TENTANDO PASSAR OURO EM AEROPORTO
28.03.2015 O bilionário austríaco Wener Rydl foi preso em flagrante na noite de sexta-feira (27), no Aeroporto Marechal Cândido Rondon, em Várzea Grande, ao tentar embarcar pra Santarém (PA) com uma barra de ouro. Agentes da Polícia Federal o levaram para detido para a Superintendência da Polícia Federal, em Cuiabá. Leia mais: Ministra do STJ nega habeas corpus e mantém prisão de Riva Transportar ouro não declarado é considerado evasão de divisas – usurpação bens do patrimônio público. Esse é apenas mais um episódio na polêmica vida de Wener Rydl, que já foi tema de filmes e documentários. Especialista em negócios de importação e exportação, ele trava batalhas judiciais contra as autoridades fiscais da Áustria desde o fim da década de 1980, contra as quais declarou um embargo e acusa de beneficiariam um “seleto grupo de cavalheiros”, como diz em seu site pessoal. Sob a acusação de ter causado um rombo de U$ 4 bilhões aos fisco da Áustria, ele mudou-se para o Brasil no começo da década de 1990, casou-se com uma brasileira e se naturalizou em 1995. Em 2002, em protesto, ele queimou o equivalente a 12 milhões de euros em uma praia do interior Pernambuco, aonde mora. Em 2005 foi preso no aeroporto de Brasília, após a anulação de sua naturalização. Extraditado para Áustria, voltou a liberdade poucos meses depois porque a maioria de seus crimes haviam prescrito. De volta ao Brasil, no começo desse ano conseguiu sua naturalidade brasileira de volta.
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade