VISITANTE é PRESO TENTANDO ENTRAR COM R$ 1,4 MIL NA PCE
28.04.2015

Os agentes penitenciários lotados da Penitenciária Central do Estado (PCE) prenderam um visitante que tentou entrar na unidade com uma quantia de R$ 1,4 mil. Amadeu Silvério da Silva, parente de um recuperando, demonstrou comportamento suspeito e foi revistado pelos plantonistas, que encontraram o valor escondido dentro de suas vestimentas. 

Esta é a primeira ocorrência desta natureza registrada em 2015 nas 65 unidades que compõe o Sistema Penitenciário (Sispen). Para o secretário Adjunto de Administração Penitenciária, coronel Clarindo Alves de Castro, a intensificação dos trabalhos de revista, auxiliados pela aquisição de aparelhos eletrônicos como raquetes e banquetas, tem trazido resultados satisfatórios no combate à prática de crimes no interior das unidades penais. 

“É importante lembrar que a apreensão do valor foi feita antes que o mesmo entrasse na PCE; os agentes têm trabalhado para evitar ao máximo que produtos como drogas e outros consigam chegar às mãos de criminosos que cumprem pena nas unidades penitenciárias de Mato Grosso”, destacou Castro. 

O diretor da unidade penitenciária, Roberval Ferreira Barros, informa que um Procedimento Administrativo (PAD) será aberto para apurar a ocorrência. A Gerência de Inteligência Prisional da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) foi informada sobre o fato e auxiliará nas investigações. 

“Acreditamos que o montante seria entregue ao seu parente para ser usado por alguma organização criminosa. Contudo, tal informação só poderá ser confirmada assim que a Polícia Judiciária Civil (PJC) encerrar a investigação”, explicou Roberval Barros. 

Apreensões 

Na última terça-feira (21.04), feriado de Tiradentes, os agentes penitenciários que integram o Grupo de Intervenção Rápida (GIR) e o Serviço de Operações Especiais (SOE) apreenderam quase um quilo de drogas e 24 aparelhos celulares em revista realizada na Penitenciária Central do Estado (PCE). A ação mostrou que os dois grupos especializados impediram o tráfico dos entorpecentes na unidade. A quantidade encontrada no Raio 04 da penitenciária se dividia em pasta base de cocaína e maconha. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade