GOVERNO E ONG R20 ASSINAM PROTOCOLO DE INTENçõES
17.04.2015

O governador Pedro Taques e o MT-Participações e Projetos (MT-PAR) assinaram um Protocolo de intenções com a Organização Não Governamental (ONG) R20 para implantar políticas públicas sustentáveis nos municípios de Mato Grosso. O compromisso foi assinado nesta quinta-feira (16.04) durante um encontro entre 30 prefeituras do Estado e a ONG, que apoia a construção de infraestrutura de baixo carbono nos Estados Membros. 

A intenção é buscar soluções ambientalmente corretas e economicamente viáveis para implantação de projetos sustentáveis de iluminação pública, esgotamento sanitário, resíduos sólidos nos municípios. Para dar o exemplo, o governo de Mato Grosso já estrutura um projeto para instalar iluminação de LED no Centro Político Administrativo, visando a economia de energia elétrica. 

Pedro Taques, que é vice-presidente da ONG na América Latina, explicou que são três os principais temas a serem discutidos com as prefeituras: iluminação, destinação correta do lixo e saneamento básico. “Buscamos a mudança da iluminação de LED que trás muita economia, e também discutir a destinação do lixo que precisa passar de problema para solução sustentável. Através do MT PAR podemos encontrar soluções diferenciadas para estas questões”. 

O presidente do MT PAR, Vinícius Araújo, explicou que a parceria com a ONG R20 será muito produtiva para o Estado, sendo possível conseguir apoio financeiro e aporte para os projetos. O vice-prefeito de Rondonópolis, Rogério Salles, avaliou que esta discussão é muito importante para ajudar as prefeituras na implantação de projetos sustentáveis , principalmente para encontrar uma solução para o lixo. “É importante que o governo nos ajude. Resíduos sólidos são o nosso gargalo, esperamos que esta parceria facilite o acesso dos municípios a estas tecnologias”, afirmou. 

Segundo o diretor da ONG na América Latina, Jorge Pinheiro Machado, o R20 trabalha no intuito de auxiliar governos a elaborarem políticas públicas voltadas para a preservação ambiental, agregando o uso da tecnologia, e desta forma trazendo investimentos para o Estado. 

O objetivo da organização foi promover e implementar projetos com foco no desenvolvimento sustentável e no combate às mudanças climáticas, potencializando melhores práticas políticas, de tecnologia e finanças. “A nossa ideia é realizar consórcios para trazer projetos. Queremos ajudar os governos a encontrar soluções”, disse o diretor da ONG na América Latina, Jorge Pinheiro Machado. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade