DEPUTADO PARTICIPA DE COMISSãO QUE APURA INCIDENTE NA VENEZUELA – VEJA
19.06.2015

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) integra a Comissão Externa destinada a acompanhar as ações do Ministério das Relações Exteriores, com relação ao incidente ocorrido com a comitiva de senadores brasileiros em missão oficial na Venezuela.

O grupo foi instituído pelo presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ainda ontem (18), com base no artigo 38 do Regimento Interno. Os trabalhos não acarretarão ônus financeiro ao Legislativo. 

O incidente ocorreu na quinta à tarde, no Aeroporto de Caracas, quando o micro-ônibus que transportava a comitiva de oito senadores brasileiros, incluindo o mato-grossense José Medeiros (PPS), foi hostilizado por manifestantes chavistas.

Os parlamentares liderados pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) viajaram para Venezuela, com objetivo de visitar o opositor Leopoldo López, dirigente do partido Vontade Popular, detido há 15 meses, sob acusação de incitar protestos violentos contra o regime do presidente Nicolás Maduro. Diante das hostilidades, retornaram sem cumprir a agenda.

Senador relata terror na Venezuela e quer que país vizinho deixe Mercosul

  José Medeiros (PPS), em entrevista ao Rdnews, afirmou que a comitiva de parlamentares irá cobrar do governo federal que agende reunião do Mercosul, a fim de deliberar a possível retirada da Venezuela do bloco econômico. Além disso, denunciam que o embaixador do Brasil no país, Ruy Pereira, não prestou a assistência adequada. O diplomata será convocado para prestar esclarecimentos no Senado. 

Em nota, o governo federal repudiou a ação dos manifestantes. Ainda lembrou que cedeu aeronave da Força Aérea Brasileira para o deslocamento. 

Liderança do PSDB

Nilson Leitão assumiu interinamente, ontem, a função de líder do PSDB na Câmara Federal, atribuição até então ocupada pelo deputado Carlos Sampaio (SP), que se afastou da cadeira para tratamento de saúde. O tucano ocupava a vice-liderança desde janeiro e vinha atuando como coordenador de plenário, orientando os colegas de partido durante as votações.

Com a experiência de líder da minoria, função ocupada na legislatura passada, Leitão promete endurecer ainda mais a oposição ao governo federal, aproveitando a pauta de votações espinhosas ao Planalto. Entre as pautas estão a redução da maioridade penal e a elevação da contribuição previdenciária de empresas com a desoneração da folha de pagamento para empresas de 56 setores, última matéria do pacote de ajuste fiscal do governo.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade