ESTADO ANULA PREGãO MILIONáRIO PARA CURSO PREPARATóRIO AO ENEM
30.06.2015

A Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) anulou o pregão presencial realizado neste ano que havia contratado o ICE (Instituto Cuiabano de Educação) pelo valor R$ 1 milhão para organizar o MT Mais, curso preparatório presencial para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e vestibulares. O resultado da licitação foi divulgado no dia 23 de maio em publicação no Diário Oficial do Estado (DOE), porém, não veio a ser homologado.

Trata-se de um programa social que visa oferecer preparação aos estudantes de baixa renda para ingressar no ensino superior. Enquanto prefeito de Cuiabá, o atual deputado estadual Wilson Santos (PSDB), implantou o Cuiabá Vest que contemplava bairros da periferia como Tijucal e Pedra 90 e funcionava com o auxílio de Igrejas e outras entidades sociais. 

O programa social persistiu na gestão do ex-prefeito Chico Galindo (PTB), mas veio a ser extinto pelo atual prefeito Mauro Mendes (PSB), diante da justificativa em cortar gastos para manter o equilíbrio financeiro orçamentário. O governador Pedro Taques (PDT) chegou a declarar que o projeto seria uma de suas prioridades, diante do bom relacionamento político que mantém com o prefeito Mauro Mendes. 

Porém, conforme apurado nos bastidores, o Estado considerou que teria prejuízo em arcar com as despesas do MT Mais diante da falta de tempo hábil para a preparação do material didático e organização das aulas. As provas do Enem de 2015 serão realizadas em 24 e 25 de outubro.

O programa de ensino à distância foi criado em 2009 durante a gestão do governador Blairo Maggi e é considerado o maior da região Centro-Oeste. Anteriormente intitulado MT Pré-Vestibular, o cursinho era constituído por aulas em TV digital interativa, com imagens conduzidas via satélite em tempo real, como em uma transmissão televisiva, com a possibilidade de interação ao vivo entre professor e alunos. O cursinho à distância oferecia cerca de 20 mil vagas em todos os 141 municípios de Mato Grosso.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade