POLíCIA FAZ BUSCAS EM CUIABá POR SUSPEITO DE MATAR ESTUDANTE DE DIREITO
23.06.2015

A Polícia Civil expandiu para Cuiabá a área de buscas por Rony Santos, de 23 anos, suspeito de ter participado da morte da namorada, a estudante de Direito Isabella Cazado, de 22 anos, no último dia 31, em São José do Rio Claro, município a 325 km da capital. De acordo com o delegado Nilson Farias, que conduz as investigações sobre o caso e a tentativa de captura do principal suspeito, Rony foi sido visto em Cuiabá nos últimos dias e pode estar contando com apoio de familiares para se esconder. Os advogados que defendem o suspeito não têm se pronunciado sobre o caso à imprensa.

Conforme apontam as investigações até o momento, Isabella Cazado foi morta durante uma discussão com o namorado dentro do carro dele na noite do dia 31 de maio. Há indícios de que, além do casal, o irmão de Rony - Fernando Santos, de 21 anos – estava no banco de trás do carro e disparou o tiro que efetivamente matou a estudante, atingindo-a ,O delegado Nilson Farias informou que realizou buscas por Rony na região do Coxipó, emCuiabá, no último sábado, motivado por relatos de testemunhas que viram o suspeito na área. Segundo o delegado, ao perceberem sua presença, pessoas que tentavam proteger Rony fizeram o possível para despistar a Polícia e escondê-lo. A informação que o delegado possui é de que um familiar do suspeito, dono de quitinetes na região, estaria ajudando a escondê-lo.

Isabella Cazado foi morta em cidade de MT (Foto: Arquivo pessoal)Isabella Cazado foi morta em São José do Rio
Claro. (Foto: Arquivo pessoal)

Anteriormente, as buscas por Rony estavam se concentrando na região de São José do Rio Claro, estendendo-se até o município vizinho deNova Maringá (distante 392 km da capital), à zona rural e adjacências.

Desde o início da tentativa de captura do suspeito, a Polícia Civil também tem tentado negociar sua apresentação com a defesa.

Antes de ser morta, Isabella teria sido vítima de ameaças de Fernando, que inclusive teria dito ao irmão que encerrasse o relacionamento com a estudante. Ela, por sua vez, sentia medo do comportamento agressivo do irmão de Rony, afirmou o delegado.

“Ele [Fernando] tinha muita paixão pelo irmão. Em um caso, Fernando chegou a ameaçar Isabella porque Roni caiu de moto após uma briga do casal”, disse Nilson Farias.

Os irmãos Rony e Fernando têm sido representados por advogados no inquérito, mas eles têm se negado a comentar o caso com a reportagem.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade