POLíCIA SUSPEITA QUE MOTORISTA TENHA DORMIDO AO VOLANTE
24.06.2015

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) investiga as causas do acidente que matou o cantor Cristiano Araújo, de 29 anos, e a sua namorada, Allana Moraes, de 19 anos, na madrugada desta quarta-feira (24).

A PRF suspeita que o motorista tenha dormido ao volante ou, ainda, estaria em excesso de velocidade, causando o capotamento.

"Não demoramos nem 5 minutos para chegar ao local. O que percebemos foi provavelmente que o sono ou excesso de velocidade tenham contribuído para que o condutor, o senhor Ronaldo, tenha perdido o controle da direção, batido no canteiro central e estourado os quatro pneus do veículo", disse o inspetor da PRF, Newton Moraes, ao programa “Hoje em Dia", da TV Record (Canal 10).

O inspetor ainda afirmou que o motorista foi submetido ao teste do bafômetro e não estava alcoolizado.

Conforme Moraes, os peritos  investigam se os quatro ocupantes do veículo estavam usando cinto de segurança.

Ele acredita que, provavelmente, só os ocupantes da frente usavam o cinco. O cantor e a namorada estavam no banco traseiro.

Reprodução

Carro bateu no canteiro e os quatro pneus estouraram, causando o capotamento

O produtor de Cristiano Araújo, Rafael Vanucci, disse, em entrevista à Rede Globo (Canal 4), que a causa do acidente foi uma fatalidade.

"O motorista estava acostumado a dirigir. O que aconteceu é que o pneu traseiro furou e o carro capotou. Foi uma fatalidade", disse.

"É uma perda lastimável, de um artista inovador. Foi um grande pai de família, bom patrão. Um grande ídolo da música", completou.

O acidente


O acidente aconteceu por volta das 3h30 desta quarta-feira (24), segundo o Corpo de Bombeiros.

O cantor voltava de um show em Itumbiara, no sul de Goiás, quando veículo em que ele estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina.

O cantor chegou a ser socorrido, mas não resistiu. A namorada dele, morreu no local do acidente.

Além do cantor e da namorada, outras duas pessoas estavam no carro, sendo um outro empresário e o motorista.

Segundo os bombeiros, eles sofreram ferimentos leves e também foram encaminhados a um hospital.

 

"O motorista estava acostumado a dirigir. O que aconteceu é que o pneu traseiro furou e o carro capotou. Foi uma fatalidade"

Velório



A assessoria de imprensa do cantor informou que o velório será realizado no Ginásio Goiânia Arena, em Goiânia.

 O horário ainda não foi definido, pois depende da liberação do corpo do sertanejo.

Início da carreira

Antes do sucesso, Cristiano Araújo fez diversas apresentações em casas de shows de Cuiabá.

 
 
 

No ano passado, o músico escolheu a capital mato-grossense para ser palco da gravação de seu último DVD, "In The Cities".

O próximo show de Cristiano Araújo estava marcada para acontecer na noite desta quarta-feira (24)  em Caruaru, em Pernambuco.

Reprodução

O cantor Cristiano Araújo chegou a ser socorrido, mas faleceu no hospital

Trajetória



Segundo o perfil do site oficial de Cristiano Araújo, aos seis anos ele ganhou seu primeiro violão, no qual fez seus primeiros acordes, e aos nove, começou a se apresentar em público.

Aos 10 anos fez sua primeira composição e aos 13, gravou seu primeiro CD com cinco músicas. Continuou com sua carreira solo até os 17 anos, quando resolveu cantar em duplas, em um período que durou cerca de seis anos.

Em 2010, resolveu seguir de fato carreira solo, preparando a gravação de CD e DVD com participações de vários artistas.

Em janeiro de 2011, o projeto foi concretizado, com a ajuda de grandes cantores e amigos, como Jorge (da dupla Jorge e Mateus), Gusttavo Lima, Humberto e Ronaldo, entre outros. Foi aí que ele estourou em 2011, com a música "Efeitos", gravada com o também sertanejo Jorge, da dupla Jorge e Matheus.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade