TRêS SãO PRESOS APóS TENTAREM RETIRAR CARROS DO DETRAN COM DOCUMENTOS FALSOS
16.07.2015

Três pessoas foram presas tentando retirar um veículo de forma irregular, durante ação integrada da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil, e do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), na tarde de terça-feira (14).  Já são 12 pessoas presas com documentos falsos, usados para retirar carros do pátio do Detran.  

O trabalho integrado resultou na prisão em flagrante dos suspeitos, Jackson Oliveira Arruda, Willian Roberto de Siqueira e John Lennon Loureiro de Souza, todos autuado pelo crime de uso de documento público falso. 

Os criminosos apresentaram uma procuração pública, lavrada em um Cartório de Registro Civil de Várzea Grande, objetivando retirar do pátio do Detran um veículo Nissan/Sentra, de cor preta, apreendido administrativamente, quando foram presos. 

As investigações apontam que há poucos dias, Jackson compareceu ao Cartório de Registro Civil de Várzea Grande, onde, na companhia de outro indivíduo não identificado, o qual se identificou fazendo uso de carteira de identidade falsa, como sendo o proprietário do veículo Nissan/Sentra, fez constar, em procuração pública, a declaração falsa, que autorizava Jackson a retirar o automóvel apreendido.   

Em seguida, na posse do documento falso, o acusado Jackson Oliveira Arruda, acompanhado de Willian e John Lennon, compareceram à sede do Detran-MT, solicitando a liberação do veículo. 

A Coordenadoria de Veículos do Detrna, suspeitando da autenticidade dos documentos, acionou os investigadores de policia da Derrfva, que constataram a fraude após análise de documentos, entrevistas e oitivas formais dos envolvidos. 

Os três foram autuados em flagrante por crime de uso de documento público falso, inafiançável na fase policial. Em seguida encaminhados para o Centro de Ressocialização de Cuiabá. 

De acordo com o delegado de polícia Marcelo Martins Torhacs, um dos presos,  Willian Roberto de Siqueira, é reincidente, e cumpria pena privativa de liberdade no regime semiaberto, inclusive com tornozeleira eletrônica. Ele é condenado por crime de tráfico de drogas. “Com essas prisões, sobre para 12 o número de pessoas flagradas praticando essa fraude documental e tentativa de estelionato contra o DETRAN de Mato Grosso”, destacou o delegado Marcelo. 

Participaram das diligências os policiais civis da Derrfva, coordenados pelos delegados de polícia, Wagner Bassi Junior e Marcelo Martins Torhacs, e apoio da Coordenadoria de Veículos, de Fiscalização e Presidência do Detran. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade