Só 8% DOS DEPUTADOS FORAM A TODAS AS SESSõES
30.07.2015

Apenas 8% dos 513 deputados compareceram a todas as sessões reservadas a votação na Câmara no primeiro semestre da nova legislatura. Entre 1º de fevereiro e 17 de julho, a presença dos parlamentares só foi exigida em 67 dias. Ainda assim, somente 44 deputados participaram de todas as sessões deliberativas. Entre eles, 20 são calouros na Casa e exercem o primeiro mandato federal. Os dados são de levantamento exclusivo do Congresso em Foco, baseado em registros oficiais da Câmara.

 

Entre os campeões da assiduidade no primeiro semestre da atual legislatura, quatro tiveram 100% de presença nos quatro anos da legislatura passada. Carlos Manato (SD-ES), Lincoln Portela (PR-MG), Pedro Chaves (PMDB-GO) e Tiririca (PR-SP) não faltaram a sequer uma sessão nos últimos quatro anos e mantiveram o desempenho no começo do atual mandato.

A lista dos deputados mais assíduos

Dez anos, nenhuma falta

Caso compareça a todos os dias de votação até setembro, Manato completará a impressionante marca de dez anos sem ter uma única falta na Casa. O capixaba registrou presença nas duas últimas legislaturas. Sua última ausência ocorreu em setembro de 2005, quando seu pai faleceu. O deputado, que se define como um “caxias”, afirma que seus colegas mais faltosos freiam a produtividade legislativa, já que algumas sessões não reúnem quórum suficiente para as deliberações.

“Participei das sessões mesmo quando estava doente, com o braço quebrado ou com febre, por exemplo. Houve situações em que perdi o aniversário dos meus filhos e do meu casamento”, explica Manato.

Os campeões da assiduidade dizem que é preciso fazer sacrifício pessoal e ter muita disciplina para comparecer todas as semanas em Brasília. O mineiro Lincoln Portela conta que há dois anos deixou de comparecer ao casamento do próprio filho, celebrado na Itália, para marcar presença em sessão legislativa. “A sociedade é quem paga meu salário e, por isso, devo retribuí-la”, observa.

O goiano Pedro Chaves desenvolveu um método para não abdicar do trabalho em razão de outros eventos. Ele restringe seus compromissos com a base eleitoral aos fins de semana. Assim, explica, é possível conciliar integralmente as duas agendas. As atividades nos redutos eleitorais são constantemente apontadas como justificativas por deputados para se ausentarem de Brasília em dias de votação.

Cadeira de rodas

Parlamentares em primeiro mandato na Câmara também relatam esforço para comparecer a todas as sessões. A novata Conceição Sampaio (PP-AM), por exemplo, conta que começou o mandato em uma cadeira de rodas após passar por uma cirurgia na perna. “Sou a única mulher eleita do meu estado e ‘estou’ parlamentar. Amazonas também é Brasil, nós precisamos ser lembrados, e para isso, a presença é extremamente importante”, afirma a deputada. Conceição diz que teve 100% de presença nos dois mandatos que exerceu na Assembleia Legislativa do Amazonas.

Também da região Norte do país, o deputado Alan Rick (PRB-AC) avalia que o comparecimento a todas as sessões do semestre contraria o senso comum de que os parlamentares trabalham pouco. “Adotei uma postura assídua devido à minha experiência na vida privada como administrador e jornalista”, disse o parlamentar.

Partidos e estados

A lista dos 100% presentes no primeiro semestre inclui representantes de 16 partidos, 15 estados e do Distrito Federal. PMDB, PT e PP têm cinco nomes cada.  PSB, PR e PSDB, quatro. Também têm representantes na relação dos mais assíduos o PCdoB e o Pros (com três deputados), o PTN, o PTB, o PSD e o PRB, com dois, e o PPS, o Psol, o PSC e o SD, com um cada.

Já entre as bancadas estaduais, o maior número de representantes sem faltas vem da representação mais numerosa, a paulista. Dos 70 deputados por São Paulo, sete estiveram em todas as sessões deliberativas. Minas Gerais, com seis, e Rio de Janeiro, com cinco, aparecem em seguida. A lista é completada por representantes do Amazonas e do Rio Grande do Sul, com quatro cada; Pará e Ceará (três); Distrito Federal, Paraná e Tocantins (dois), e Bahia, Paraíba, Acre, Goiás, Espírito Santo e Mato Grosso (com um).

Como mostrou o Congresso em Foco, no primeiro semestre deste ano, somente cinco senadores participaram de todas as sessões deliberativas realizadas na Casa: Delcídio do Amaral (PT-MS), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Reguffe (PDT-DF), Romário (PSB-RJ) e Waldemir Moka (PMDB-MS).

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade