MPE INVESTIGA EX-SENADOR POR ASSUMIR FUNçõES DE PREFEITO DE VG
11.08.2015

A Promotoria de Justiça de Várzea Grande abriu investigação para apurar a denúncia de usurpação de poder supostamente cometida pelo ex-senador Jayme Campos (DEM). Isso porque estaria assumindo funções que, em tese, deve ser exercida pela sua esposa, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM)

O inquérito civil foi instaurado com base em um áudio de uma reunião com a diretoria do Sindicato da Guarda Municipal. O ex-senador negociaria o reajuste salarial e afirma que “quem não trabalhar vai para a rua”. 

De acordo com a denúncia, Jayme Campos realiza reuniões com sindicatos, vereadores, deputados e até mesmo com o governador Pedro Taques (PDT) e toma as decisões à frente do município. Em determinado momento da reunião, o ex-senador afirma que iria discutir diretamente com o governador Pedro Taques (PDT) e com o secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, as questões relacionadas à Guarda Municipal.

No entanto,  não faz nenhuma menção nominal a prefeita Lucimar Campos. Comenta ainda que os agentes precisam mostrar serviço, pois “está ressurgindo das cinzas”.

Jayme relata os problemas financeiros da prefeitura, dizendo que o caixa está quebrado. “Estupraram isso aqui. A conta aqui é impagável”, diz.

A denúncia encaminhada ao MPE cita como exemplo semelhante ao de Várzea Grande o que ocorreu em Palmas, município do Tocantins. Lá, o pai do prefeito estaria conduzindo as atividades administrativas do município e ambos foram denunciados ao MPE.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade