ZECA APONTA SUICíDIO POLíTICO DE TAQUES E MIRA SECRETáRIOS NO PAIAGUáS
12.08.2015

Presidente regional do PDT, o deputado estadual Zeca Viana considerou um “suicídio” a decisão do governador Pedro Taques em deixar a legenda. Ontem, Taques entregou a carta de desfiliação ao diretório do partido em Cuiabá.

De acordo com o deputado, o governador mostra incoerência política ao deixar a legenda e será questionado pela posição política nas próximas eleições. “É um ato suicida porque em qualquer debate alguém vai cobrar dele esta atitude contrária ao que pregamos durante estes últimos quatro anos”, declarou o ex-correligionário.

Ao utilizar a tribuna da Assembleia, Zeca Viana afirmou ainda que a ausência de Taques não fará muita diferença nas discussões do partido. “Acho que ele nunca esteve no PDT. Ele usou o PDT como um trampolim para ser candidato a senador e a governador”, frisou.

Em relação a sua postura, o deputado colocou que será parceiro do Governo nos bons projetos para o Estado. Contudo, adotará uma postura mais crítica na fiscalização, principalmente, dos secretários de Estado. “Não sou de colocar nada debaixo do tapete. Não vou permitir que sua equipe cometa qualquer erro no Governo porque não foi esse o compromisso que assumimos nos últimos quatro anos”, concluiu.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade