MENINAS DO FUTSAL CONQUISTAM MEDALHA DE OURO
14.09.2015

Mais do que apenas uma competição, os Jogos Escolares da Juventude (JEJ) estimulam valores como liderança, trabalho em equipe e respeito às regras. Os jogos foram uma experiência de vida para os 80 atletas mato-grossenses que participaram das modalidades coletivas da edição 2015 dos Jogos, disputados em Fortaleza-CE. Três dois oito times mato-grossenses que chegaram lá, voltaram para casa com a sonhada medalha em disputa. 

As meninas do futsal feminino, do Instituto Várzea-grandense de Educação (IVE), ostentam orgulhosas, em seus pescoços, as medalhas de ouro. A equipe venceu de goleada o time do Colégio Presbiteriano de Guarulhos, São Paulo, por 6x0. Motivo de orgulho para o técnico Gilson Freitas Júnior, que estendeu a comemoração com um mergulho no mar e um passeio pela praia – já que a maioria das meninas nunca haviam pisado na areia da praia. 

“Estamos muito felizes por essa vitória, era um sonho de todas estarem aqui. Mas a medalha de ouro foi inesperada”, declara a ala esquerda Ana Beatriz Santana. Para ela, um ponto forte da equipe e que contribuiu para um bom resultado é a união, além do respeito pelas adversárias. 

A vitória também teve um gostinho a mais. O treinador explica que com o título, a equipe conquistou uma inédita vaga na primeira divisão da modalidade. “É um momento único para as atletas. O resultado significa que valeu a pena cada minuto de dedicação, de sacrifícios e de perseverança até agora”, comentou, destacando que, além disso, os Jogos possuem um grande potencial de socializar crianças e adolescentes das mais diferentes classes, religiões, lugares, entre tantas outras diferenças presentes na nossa sociedade. 

Também foi desta forma ,se relacionando, fortalecendo amizades, criando vínculos com quem nunca viram antes, que as atletas da seleção de vôlei feminino, do Colégio Regina Pacis (Sinop), conquistaram o vice-campeonato. Na manhã deste sábado (12.09) o time perdeu por 3x1 para a equipe do CIAC Raymundo Andrade, do Espírito Santo, e conquistou a medalha de prata. Mas, assim como o futsal feminino, o vôlei garantiu ascensão de divisão, passando da terceira para a segunda. 

Já os meninos do futsal, da Escola Estadual Arnaldo Estevão de Figueiredo, exibem no peito a medalha de bronze – mas que tem peso de ouro para quem saiu de Jangada sem acreditar que era possível retornar para casa com alguma colocação expressiva. Mas não pense que foi fácil. A equipe conquistou a medalha nos pênaltis, por 4x2, após um empate em 1x1 no tempo normal da partida. 

De acordo com o chefe da delegação mato-grossense, Manoel Fonseca Filho, o estado tem uma boa expressão no cenário nacional, basta observar que está entre os estados e escolas que participam com várias equipes entre a segunda e a primeira divisão. “Temos bons técnicos, empenhados e comprometidos com a formação esportista desses jovens e crianças. As competições estaduais e nacionais, como os Jogos Escolares da Juventude, representam uma oportunidade de crescimento e aprendizado”, afirmou. 

Fonseca declara ainda que a intenção do Governo do Estado, por meio das secretarias de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e de Educação (Seduc), é desenvolver novos projetos para que mais escolas e treinadores possam contribuir nessa construção esportiva. “A ação fará que surja um número maior de atletas e, consequentemente, melhores resultados nas competições”, finalizou. 

Para diretor geral dos Jogos, Edgar Hubner, o principal objetivo do evento é contribuir para a transformação do país, tendo educação e esporte como ferramentas principais. “O grande desafio que superamos foi trazer para o evento conteúdos de educação e cultura, preservação de meio ambiente e de combate ao doping. Esse conhecimento eles levam para suas casas, escolas, cidades e estados. Na verdade, os Jogos Escolares já não são apenas um evento esportivo”, completou. 

Fases 

Antes das equipes das modalidades coletivas chegarem em Fortaleza, outros atletas mato-grossenses vieram em busca de suas medalhas, nas disputaram individuais (entre os dias 2 e 7). Mato Grosso fechou a fase com 11 medalhas conquistadas, sendo três de ouro, quatro de prata e quatro bronzes. No atletismo, encerrou sua participação em terceiro lugar, com dois ouros, duas pratas e um bronze. Além disso, seis atletas garantiram índice para representar o país nos Jogos Sul-Americanos que será realizado entre 4 e 12 de dezembro, em Assunção, no Paraguai. Nas duas fases da competição (individuais e coletivas) Mato Grosso contou com uma delegação de cerca de 200 pessoas, entre atletas, técnicos, chefe de delegação, oficiais, fisioterapeutas e jornalistas.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade