SERVIDORES DA ASSEMBLEIA PRESOS EM OPERAçãO DO GAECO SãO EXONERADOS
01.10.2015

Quatro dos 16 servidores presos na Operação Metástase, do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), deflagrada na última quarta-feira (23), serão exonerados de seus cargos na Assembleia Legislativa. O comunicado foi feito pela Mesa Diretora por meio de nota à imprensa.

Tratam-se dos servidores comissionados que estão lotados na estrutura administrativa da Casa de Leis. São eles: Felipe José Casaril (consultor técnico jurídico da Mesa Diretora), Laís Marques de Almeida (secretária na presidência da Assembleia Legislativa), Leonice Batista de Oliveira (secretária na presidência da Assembleia Legislativa), e Vinícius Prado Silveira (Secretaria de Controle Interno). Dos quatro exonerados, dois deles, Leonice e Vinicius, foram ouvidos pelo Gaeco ainda na quarta-feira e liberados no mesmo dia.

Para apurar as responsabilidades dos servidores efetivos, serão abertos processos administrativos disciplinares (PAD). São efetivos Agenor Jácomo Clivanti Júnior , Ana Marins de Araújo Pontelle, Geraldo Lauro, João Luquesi Alves, Maria Helena Ribeiro Alves Caramelo e Sérvio Túlio Migueis Jacob.

A assessoria de imprensa informou que os servidores lotados nos gabinetes da deputada Janaina Riva (PSD) e do deputado Gilmar Fabris (PSD) foram nomeados pelos parlamentares e cabe a eles tomarem as providências que julgarem adequadas.

De acordo com a nota, a decisão de exonerar os servidores foi tomada após o levantamento das informações arroladas durante a investigação sobre o pagamento das verbas de suprimento de fundo durante a antiga gestão do parlamento estadual.

Operação Metástase

Segundo o MPE, há suspeitas de que um grupo tenha desviado pelo menos R$ 2 milhões dos cofres do Legislativo estadual entre 2010 e 2014, por meio de fraudes na utilização da verba de suprimentos. Eles estão sendo acusados de organização criminosa, peculato e falsidade documental por meio de desvio de verba que deveriam ser destinados aos gabinetes dos deputados. As investigações apontaram que os envolvidos faziam compras fictícias de marmitas e materiais gráficos, com uso de notas fiscais falsas, para justificar o uso do dinheiro.

Confira a lista da lotação dos 21 presos na Operação Metástase. Além deles, Odnilton Gonçalo Carvalho Campos, que é comissionado lotado no gabinete da deputada Janaina Riva, está foragido.

NOME - VÍNCULO - LOTAÇÃO

Abemael Costa Neto - ex-servidor
Agenor Jácomo Clivanti Júnior - Efetivo - Lotado na Ouvidoria Geral
Ana Marins de Araújo Pontelle - Efetivo - Lotada no gabinete da deputada Janaina Riva
Atail Pereira dos Reis - Comissionado - Lotado no gabinete da deputada Janaina Riva
Felipe José Casaril - Comissionado - Consultor Técnico Jurídico da Mesa Diretora
Frank Antônio da Silva - ex-servidor
Geraldo Lauro -Efetivo - Gabinete do deputado Gilmar Fabris
Hilton Carlos da Costa Campos - empresário sem vínculo com a Assembleia Legislativa
João Luquesi Alves - Efetivo - Procuradoria Geral
José Paulo Fernandes de Oliveira - Comissionado - Gabinete da deputada Janaina Riva
Laís Marques de Almeida - Comissionado - Presidência da Assembleia Legislativa
Leonice Batista de Oliveira - Comissionado - Presidência da Assembleia Legislativa
Maria Helena Ribeiro Alves Caramelo - Efetivo -Gabinete do deputado Gilmar Fabris
Maria Hlenka Rudy -Comissionado - Gabinete da deputada Janaina Riva
Mário Márcio da Silva Albuquerque - ex-servidor
Marisol Castro Sodré - ex-servidora
Sérvio Túlio Migueis Jacob - Efetivo -Procuradoria Geral
Talvany Neiverth - Comissionado - Gabinete da deputada Janaina Riva
Tania Mara Arantes Figueira - ex-servidora
Vinícius Prado Silveira - Comissionado - Secretaria de Controle Interno
Willian César de Moraes - Comissionado - Gabinete da deputada Janaina Riva

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade