MENINA FOGE COM IRMãOS MAIS NOVOS DEPOIS DE SER ABUSADA PELO PADRASTO
30.01.2016

Equipes da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) investigam um padeiro pelo estupro da enteada de 11 anos. O caso aconteceu no Bairro Nova Lima e foi descoberto na sexta-feira (23) depois que a criança fugiu com os irmãos para a casa da tia por medo de ser novamente abusada.  

De acordo com a delegada Daniella Kades, no dia 21 de janeiro, uma quinta-feira, a mãe das crianças saiu para trabalhar e deixou os três filhos com companheiro, o padeiro de 28 anos. Às 7h30 da manhã a menina acordou com o padrasto em cima dela. Ele a estuprou e depois de consumar o ato ainda ameaçou a criança, caso ela contasse para alguém.

A menina ficou em silêncio e não contou nada para a mãe, que está grávida do padeiro, com quem tem um relacionamento há seis meses. Na sexta-feira (23), por volta das 16 horas, a criança viu o padrasto se aproximar novamente para abusar dela. Assustada a vítima pegou os dois irmãos mais novos e fugiu para a casa da tia, onde pediu socorro.Assim que soube do abuso, a mulher acionou a Polícia Militar. Os militares iniciaram rondas em busca do suspeito, mas ele já havia fugido. A menina e a família foram levadas para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), onde foram ouvidas. Segundo a delegada, em depoimento a criança contou que era a primeira vez que o crime acontecia.

A menina passou por exame de corpo de delito e também acompanhamento psicológico. Conforme Kades, a mãe da criança voltou a Depca nesta segunda-feira (26), desta vez com o pai da vítima, para relatar o abuso."Vamos investigar o caso e esperar os laudos médicos", afirma a delegada. O caso foi registrado como estupro de vulnerável e o suspeito contínua foragido.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade