COMOçãO E REVOLTA MARCAM VELóRIO DE IRMã DO MúSICO MACIEL CORRêA
07.02.2016

Idosa de 77 anos foi encontra morta com sinais de violência sexual


Familiares, amigos e vizinhos estão revoltados e indignados com crime brutal que tirou a vida de Sebastiana Corrêa Maciel, de 77 anos, irmã do músico Maciel Corrêa. A princípio, a tese da policia é de que ela tenha sido vítima de latrocínio, roubo seguido de morte, e durante a ação dos bandidos, foi estuprada e espancada. A idosa não tinha o movimento de um dos braços e o outro foi amputado depois de um acidente com uma máquina de moer cana.

Maciel Corrêa contou que a família está muito chocada com os acontecimentos, devido a brutalidade do crime. Ele ainda lembrou, que há 14 dias perdeu outra irmã, que também era muito próxima de Sebastiana. “A gente ainda estava em luto e agora acontece isso. O que fizeram com ela foi uma vingança, mas não sei do que. Ela não tinha os dois braço e não teve nem como se defender”, desabafou.

O músico ainda destacou que a porta da cozinha da casa da idosa estava sem tranca, o que pode ter facilitado a entrada dos bandidos. “Nós não sabíamos, porque ela não contou nada. Ela morava sozinha, era independente e não queria pedir ajuda para os irmãos. Vivia fazendo os biquinhos dela para ganhar seu próprio dinheiro”, disse.

Já o irmão Estácio Maciel Corrêa que a morte de Sebastiana é mais uma perda para a família. “Nós eramos em oito irmãos e agora só temos quatro vivos, sendo três homens e uma mulher. Estamos todos muito abalados e queremos Justiça”, diz ao destacar que a polícia foi rápida na prisão dos bandidos.

Segundo ele, o rapaz que foi preso como suspeito do crime é conhecido na região como Corumbá, e responsável pelo tráfico do local. “Os vizinhos contaram que ele mora ali na vizinhança e quando descobriram a culpa, os moradores quiseram linchá-lo. A crueldade como ele agiu indignou a todos, mas agora eles estão presos e a única coisa que nós queremos é que a Justiça seja feita”, afirmou.

Estácio ainda lembrou que o fato dos bandidos terem levado um rádio da casa de Sebastiana ajudou a policia.

O corpo de Sebastiana está sendo velado na Capela 13 de maio, sob cantos e orações budistas. O enterro acontece às 9 horas, no Cemitério das Moreninhas.

O crime

Sebastiana foi encontrada morta com sinais de violência na manhã de sábado (6), por volta das 7 horas, na Rua Tokuei Nakao, no Bairro Aero Rancho, região sul de Campo Grande. Ela estava com um lençol amarrado na cabeça, perfurações de faca no pescoço e uma contusão na cabeça, possivelmente causada pela queda. Foram feitos os levantamentos e há indícios que ela teria sido estuprada.

No final da tarde a polícia identificou os suspeitos do homicídio. Neilson Dantas, 20 anos, e um adolescente de 17 anos. De acordo com o delegado Cleverson Alves, responsável pela investigação, na noite anterior os jovens teriam usado drogas e consumido bebida alcoólica na casa de Neilson, que mora mora a cerca de cem metros da residência de Sebastiana, neste momento, o adulto disse que queria dinheiro e teve a ideia de ir até a casa da idosa para assaltá-la.

Fonte:Midiamax

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade