FORMAçãO CONTINUADA PARA EDUCADORES DA REDE ESTADUAL TERá APORTE DE R$ 9,5 MI
10.02.2016

Entre as prioridades da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) para 2016 está a formação continuada dos profissionais da rede. Para isso, investirá cerca de R$ 9,5 milhões em qualificação, orientação, acompanhamento e avaliação dos Centro de Formação e Atualização de Professores (Cefapro), na realização de encontros formativos, entre outros. O objetivo é melhorar a prática e o conhecimento profissional do docente e, consequentemente, a proficiência dos alunos.

Uma das principais medidas é a implementação da Política de Formação Continuada no estado, para a qual serão destinados R$ 3,7 milhões. No início da atual gestão, a Seduc criou uma comissão técnica para estudar e avaliar a situação dos processos de formação e propor as diretrizes de formação continuada para a rede estadual de ensino.

Outros R$ 3,3 milhões serão destinados para a formação continuada por Área de Conhecimento para professores formadores, contemplando as especificidades, diversidade e política pública educativa. As formações ocorrerão em duas etapas, cinco dias em cada semestre.

Mais de R$ 990 mil serão aportados para o desenvolvimento das ações dos 15 Cefapros, instalados em municípios polos. Além de garantir o funcionamento dos centros, custear despesas com os professores formadores, a intenção é orientar, acompanhar e avaliar as atividades desenvolvidas em cada um deles.

Outra medida importante é a de orientação e acompanhamento do projeto Sala do Educador, que objetiva fortalecer a formação no interior da escola com foco no contexto do ofício docente. Nesta ação a Seduc investirá cerca de R$ 580 mil.

Também estão previstos investimentos na ordem R$ 520 mil na formação continuada sobre Políticas Educacionais, destinada a todos os servidores da Seduc (órgão central e unidades descentralizadas) e profissionais da Educação Básica em encontros formativos.

Programa Profuncionário

O cronograma de ações da Superintendência de Formação dos Profissionais da Educação da Seduc abrange ainda a realização de cursos técnicos para a Educação Básica por meio do Programa Profuncionário. “A medida prevê investimento inicial de cerca de R$ 250 mil, com recursos próprios”, afirmou o superintendente Otair Rodrigues Filho.

De acordo com ele, a ação vai beneficiar profissionais que não foram contemplados com a formação oferecida pelo Governo Federal – por meio do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) em parceria com a Seduc.

O Profuncionário é um programa que visa a formação de funcionários de escola, em efetivo exercício, em habilitação compatível com a atividade que exerce na unidade.  “Entre os objetivos fundamentais está a valorização do trabalho desses profissionais da educação”.

Fonte: Seduc-MT

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade