LUDIO PASSA A DISCUTIR PLANO DE GOVERNO NOS MUNICíPIOS, NEGA ATROPELO E CITA DECISãO COLEGIADA
14.05.2014

Ludio Cabral com João Ramalho, presidente da Fundação Cândido Rondon, e sua esposa

Ludio Cabral com João Ramalho, presidente da Fundação Cândido Rondon, e sua esposa

Apontado nas pesquisas de opinião pública sobre tendência do eleitorado como principal nome da base aliada, o ex-vereador Lúdio Cabral, pré-candidato ao governo de Mato Grosso pelo PT, decidiu colocar o bloco na rua e iniciar a discussão de seu plano de metas. “Estamos percorrendo os municípios, participado de reuniões e temos coletado sugestões a serem inseridas em nosso programa”, observou ele, no final da tarde desta terça-feira (13/05), após cumprimentar eleitores nas imediações do Quartel da 44ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército, na Avenida Lava-Pés.

O pré-candidato do PT não considera suas viagens como um “atropelo” à Comissão Suprapartidária da base aliada, que discute o formato de escolha do candidato a governador de Mato Grosso. “Estou fazendo a minha parte, andando e debatendo. Estou pronto! Mas eu tenho plena consciência de que a decisão é colegiada”, reconheceu Cabral, sobre as nuances que envolvem a disputa interna com o vice-governador Chico Daltro (PSD) e o ex-juiz Julier Sebastião da Silva (PMDB).

Ludio Cabral percorreu o Vale do Araguaia no último final de semana e, no próximo, vai visitar 10 municípios da região de Sinop e Sorriso. “No Araguaia, recebemos muitas propostas para o turismo e uma nova leitura de como explorar turisticamente os rios das Mortes, Araguaia e suas cachoeiras, além da Serra do Roncador”, argumentou o pré-candidato petista.



“Fizemos reuniões com dirigentes partidários e de segmentos. Recebemos sugestões de turismo rural e turismo ecológico. Há cobrança de maior presença do Estado para poder modificar a realidade do Araguaia”, ponderou ele.

Lúdio Cabral percorreu 11 cidades no Araguaia e, no próximo final de semana, vai a 10 do Médio Norte e Nortão. Em geral, ele é acompanhado pelos deputados federais Ságuas Moraes (PT) e Valtenir Pereira (Pros), além do presidente da Executiva do PT, William Sampaio.

No giro por Sorriso e Sinop, Ludio terá a companhia de Rogério Ferrarini (PMDB), que disputou a Prefeitura de Lucas do Rio Verde e deu “uma verdadeira canseira” no atual prefeito Otaviano Pivetta (PDT), um dos principais aliados do senador José Pedro Taques, pré-candidato a governador pelo PDT.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade