DAL BOSCO APRESENTARá AGRICULTURA FAMILIAR PRO-NATURA AOS áRABES
11.02.2016

Ele seguirá com o governador Pedro Taques e o presidente da AL, Guilherme Maluf, para os Emirados

O deputado Dilmar Dal Bosco (DEM) viaja na próxima segunda-feira (15) para a capital dos Emirados Árabes, Abu Dhabi, junto com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Guilherme Maluf (PSDB) e a comitiva do Governo do Estado.

A iniciativa partiu do próprio Dal Bosco, que, em conjunto com o governador Pedro Taques (PSDB), vai apresentar as vantagens do modelo do programa de agricultura familiar Pro-Natura, com grandes possibilidades de investimentos futuros no Estado.

“Vamos mostrar essa ideia aos árabes com grande possibilidade deles investirem em Mato Grosso. A agricultura familiar é o cultivo da terra realizado por pequenos proprietários rurais, tendo, como mão de obra, o núcleo familiar, em contraste com a agricultura patronal”, disse o parlamentar.

De acordo com as explicações do deputado, o Pro-Natura luta contra problemas sociais, econômicos e ambientais enfrentados por comunidades rurais de países em desenvolvimento. “O objetivo é encontrar alternativas econômicas viáveis para as pessoas que lutam para viver em ambientes sob constante ameaça”, afirmou Dal Bosco, comentando que terá a companhia do fundador e atual presidente do Pro-Natura, Marcelo de Andrade.

Vale ressaltar que, desde meados da década de 1990, a agricultura familiar no Brasil, vem tendo processo de reconhecimento e de criação de instituições de apoio a este modelo de agricultura.

Para isso, foram criadas políticas públicas específicas de estímulo aos agricultores familiares (como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF, em 1995), secretarias de governo orientadas exclusivamente para trabalhar com a categoria (como a Secretaria da Agricultura Familiar criada em 2003 no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA, criado em 1998), promulgou-se em 2006 a Lei da Agricultura Familiar, reconhecendo oficialmente a agricultura familiar como profissão no mundo do trabalho.

O deputado falou ainda que a explanação do presidente do Pro-Natura aos árabes será fundamental para um futuro investimento dos empresários daquele país em Mato Grosso. “O desenvolvimento comunitário participativo representa a melhor chance de garantir a distribuição justa de benefícios direcionados para as comunidades”, apontou ele.

Após retornar da viagem aos Emirados Árabes Unidos, o deputado terá um encontro com o governador Pedro Taques para discutir a possibilidade de novos investimentos pasra a regição norte do Estado.

Segundo Dal Bosco, um grupo argelino deve investir cerca de U$ 750 milhões no municpípio de Vera, para a instalação de equipamentos agricolas para derivado de soja. Outro grupo também deve investir em Mato Grosso, mas no município de Tabaporah, com cerca de US$ 450 milhões.


Fonte:JOSÉ LUIS LARANJA/Secretaria de Comunicação

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade