NOVAS VIATURAS VãO REFORçAR SEGURANçA EM MATO GROSSO
13.01.2017

Comprometido com a melhoria da Segurança Pública de Mato Grosso, o governador Pedro Taques entregou oficialmente nesta quinta-feira (12.01) mais 27 veículos às Forças de Segurança de Mato Grosso. A cerimônia realizada na área externa do Palácio Paiaguás contemplou a Rotam, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Polícia Judiciária Civil e Corpo de Bombeiros Militar. “Estamos quebrando paradigmas. Estes veículos vão ser enviados para 10 cidades não por favor do governador, mas porque é um direito do cidadão”, frisou Taques.

Para melhorar as condições de trabalho e o serviço prestado à população, a Rotam e o Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) vão utilizar oito veículos do tipo SUV - Trailblazer. “São viaturas maiores, que geram melhores condições de trabalho institucional, mas que, acima de tudo, melhora o serviço prestado à população”, explicou o secretário de Segurança Pública, Rogers Elizandro Jarbas. 

Para o Corpo de Bombeiros foram comprados 10 caminhões Auto Bomba Tanque (ABT) que vão ser utilizados em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Tangará da Serra, Cáceres, Barra do Garças, Sorriso, Alta Floresta e Nova Xavantina. “Estes veículos foram adquiridos principalmente porque permitem fazer um melhor atendimento de combate a incêndio nas regiões de pólos industriais”, explicou o secretário de Segurança. 

Já a Politec recebeu oito caminhonetes Pajero Dakar, por meio de um convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). São dois veículos para Cuiabá, dois para Rondonópolis, um para Sinop, um para Tangará da Serra, um para Cáceres e um para Barra do Garças. “As oito caminhonetes dão melhores condições de trabalho porque são totalmente adaptadas para o trabalho da perícia criminal. Dentro delas, por exemplo, temos o suporte necessário para o recolhimento de resíduos, são refrigeradas, entre outros aspectos positivos”, destacou o diretor-geral da Politec, Reginaldo Rossi do Carmo. 

Segurança em Números 

Em discurso durante a solenidade, o governador destacou que ao assumir, Mato Grosso contava com apenas R$ 127 mil para investir no setor de inteligência da Segurança Pública. Em 2015, o montante passou para R$ 13 milhões. “O resultado disso é mais segurança, porque os crimes ocorrem notadamente nos mesmos horários e locais, aí a inteligência identifica isso”.  

Conforme Taques, Mato Grosso conta com 15 mil profissionais da segurança - Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros, Politec e Detran. “Destes 15 mil a nossa administração chamou 3.500. Isso significa um aumento de 33% na Polícia Militar de Mato Grosso, 33% na Polícia Civil e 33% no Corpo de Bombeiros. De 2010 a 2014 foram chamados 75 soldados para o Corpo de Bombeiros, a nossa administração em dois anos chamou 450 soldados para a mesma corporação. Muitas pessoas criticam isso, mas o que seria Mato Grosso hoje, com esta crise econômica nacional, com 13 milhões de desempregados, sem mais policiais nas ruas?”. 

Ele enfatizou a queda em 11% no número de homicídios. “Isso não é para qualquer um, não é para qualquer Estado, não é para qualquer administração, nós terminaríamos 2017 com 24,6 homicídios para cada 100 mil habitantes, é a média nacional, Várzea Grande já chegou a ter 84,6 homicídios por 100 mil habitantes, nós diminuímos para 44 homicídios por 100 mil habitantes”. Para concluir, destacou a apreensão em 2016 de 14,6 mil toneladas de entorpecentes e o incremento de 22% no número de inquéritos policiais relatados pela Polícia Civil. “Isto significa resolução”.  

Taques lembrou que a Politec não recebia um veículo desde 2011. “Ontem recebi um telefonema do ministro da Justiça - para quem pedimos mais equipamento de colete, de contenção, para o choque - o ministro deu a boa notícia que todos os equipamentos foram contemplados”.   

Concurso

Na avaliação de Taques, são necessários mais 125 delegados, 900 investigadores e 300 escrivães para a Polícia Civil, além de 100 profissionais para o Corpo de Bombeiros e 1,2 mil policiais militares. “Faremos o concurso em 2017 para que os aprovados tomem posse em 2018.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade