'ABRAçADORA' PROFISSIONAL COBRA R$ 250 PARA ABRAçAR HOMENS CARENTES
31.01.2017

A americana Janet Trevino, de 37 anos, ganha a vida distribuindo abraços e carinhos a homens carentes. Ela cobra cerca de R$ 250 por hora pelo serviço.A moradora de San Antonio, nos Estados Unidos, se quer se considera uma pessoa carinhosa. Mas, pelo jeito, isto não é um pré-requisito para a função, pois ela está com a agenda cheia.

Janet trabalha de 13 a 20 horas por dia abraçando homens de 40 a 70 anos. O que rende cerca de 5 mil dólares por semana à "abraçadora".

A mulher, que atende em um estúdio na própria casa, afirmou que sempre foi apoiada pelas pessoas ao seu redor, inclusive pelo seu companheiro. Há alguns anos ela chegou a pensar em virar missionária. "Acredito que as pessoas realmente precisam de mensagens de esperança e eu gostaria de espalhar isso", disse Janet ao "Daily Mail".

Ela contou também que descobriu a profissão ao participar de um workshop sobre sexualidade, que a motivou a participar de cursos para aprender como fazer seus clientes se sentirem seguros e amados. "Assim que comecei, percebi que sou muito boa no que faço", falou Janet.

"Meus clientes costumam ser veteranos de guerra, já que moro em uma cidade militar, mas atendo todos os tipos de pessoas", explicou. Janet disse também que o serviço é personalizado, pois ela conversa com os clientes pelo telefone antes de atendê-los. "Preciso fazê-los entenderem o que exatamente é o meu trabalho para que eu também esteja segura", explicou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade