WILSON SANTOS FAZ LOBBY JUNTO à SECRETáRIO DA SINFRA PARA FAVORECER EMPREITEIRA
06.02.2017

O deputado licenciado e secretário estadual de Cidades, Wilson Santos, vem extrapolando suas funções e atuando abertamente como lobista dentro do Governo do Estado. Santos foi flagrado pela reportagem do CO Popular em uma óbvia ação de lobby em favor da construtora Geosolo Engenharia Planejamento e Consultoria Ltda junto ao secretário titular da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), Marcelo Duarte.

A situação, que foi registrada em vídeo, ocorreu na última quarta-feira, 01, logo após a solenidade de posse da nova mesa diretora da Assembleia Legislativa, realizada no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, no Centro Político e Administrativo, em Cuiabá.

Wilson Santos abordou o colega secretário da Sinfra em frente ao teatro e próximo do local onde se encontrava o diretor do CO Popular, Maycom Milas Feitosa que ouviu a conversa com clareza e, ao estranhar o seu teor, registrou em vídeo a abordagem. Durante a conversa com Marcelo Duarte, Santos foi direto e solicitou ao colega de governo que “fosse mais maleável” com o empresário José Mura Júnior, diretor proprietário da Geosolo, por que o mesmo “seria companheiro do nosso grupo”.

A interferência de Wilson Santos em favor do empreiteiro José Mura junto ao secretário da Sinfra se explica pelo fato da empreiteira ter sido desclassificada na licitação para a duplicação da Rodovia Arquiteto Helder Cândia (MT-010), conhecida como “Estrada da Guia”, realizada pela Sinfra no ano passado. A obra, cuja licitação foi vencida pela Lotufo Engenharia e Construção Ltda, está estimada em custo inicial de pouco mais de R$ 30 milhões. Inconformado com o resultado, o empresário José Mura impetrou uma ação judicial para anular o certame, iniciando uma disputa com o titular da Sinfra.

Diante do pedido de Wilson Santos, o secretário Marcelo Duarte reagiu com indignação e chegou a proferir palavrões ao se referir ao dono da empreiteira Geosolo. Duarte manifestou-se totalmente refratário à abordagem de Wilson Santos, uma vez que o empreiteiro teria personalizado seu descontentamento com a desclassificação de sua construtora na licitação e procurado um grande grupo de comunicação da capital para tentar emplacar um suposto dossiê contra ele. Além disso, o empreiteiro ainda teria tentado “queimá-lo” politicamente junto ao governador Pedro Taques por meio do secretário da Casa Civil, Paulo Taques.

Em entrevista ao CO Popular, o secretário Marcelo Duarte confirmou o assédio do colega Wilson Santos e o inteiro teor da conversa travada com ele na porta do teatro Zulmira Canavarros.

No entanto, o secretário não quis avaliar os aspectos éticos do comportamento de Santos ao defender os interesses de um empresário em conflito com o próprio Governo do Estado por meio de uma secretaria fora de sua alçada, numa atitude evidente de lobby e advocacia administrativa que poderia até mesmo ser enquadrada como improbidade administrativa.

O titular da Sinfra ainda tentou minimizar o fato, dizendo que Wilson Santos, por ser político experiente, estaria tentando “apaziguar os ânimos e restabelecer o diálogo” entre ele e o empresário.

Procurado por telefone pelo diretor do CO Popular, o secretário da Secid, Wilson Santos, foi deselegante, irônico e ameaçador, ao ser questionado sobre o por quê de estar defendo dentro governo os interesses particulares de um empreiteiro. Santos desconversou e tentou adiar para outra ocasião as explicações dizendo para o jornalista ligar para ele na próxima semana que ele iria marcar uma eventual entrevista porque naquele momento, ele estaria “almoçando com a esposa e não tinha tempo para dar entrevistas”, nem mesmo sobre um assunto crítico como o lobby praticado por ele.

http://www.copopular.com.br/sis/pageflip/id-980/edicao_726

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade