NãO Há PREVISãO PARA IDENTIFICAçãO DE CORPOS CARBONIZADOS EM ALCAçUZ
02.02.2017

Ainda não há previsão para que os corpos carbonizados na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, sejam identificados por meio de DNA. A informação foi confirmada pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).Segundo o G1, no local, há um corpo que aguarda identificação, além de 11 cabeças, uma mão e um ombro. A demora na identificação foi justificada pelo instituto pela falta de um laboratório de DNA no instituto.

No entanto, sobre os corpos de Alcaçuz, a assessoria do Instituto informou que há a possibilidade de ser criada uma operação especial para identificá-los. Dos 26 presos mortos registrados durante as rebeliões em Alcaçuz, 22 foram oficialmente identificados.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade