MINISTéRIO PúBLICO INVESTIGA NOVE HOMICíDIOS OCORRIDOS EM 24 HORAS: “Já TEMOS ALGUMAS HIPóTESES”
02.02.2017

O Ministério Público Estadual (MPE) informou que irá trabalhar em conjunto com a Polícia Civil nas investigações referentes aos nove homicídios ocorridos em Sinop (477 km de Cuiabá), entre segunda (30) e terça-feira (31). A informação foi dada pelo procurador-geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado, na última quarta-feira (01). Em 24 horas, foram nove pessoas assassinadas em Sinop e pelo menos três feridas por tiro.
 
“Estamos trabalhando com algumas hipóteses e ainda é prematuro emitir qualquer opinião a respeito desses homicídios. Esperamos que em breve possamos dar uma resposta à sociedade Mato-grossense, e em especial à população de Sinop”, afirmou Paulo Prado. Quem acompanhará o caso é o promotor de Justiça Carlos Henrique Richter.
 
Em 24 horas, foram nove pessoas assassinadas em Sinop e três feridas por tiro. Entre as vítimas, está o policial Fábio Zampião, que foi atingido por disparos durante um assalto em sua residência no fim da manhã de segunda-feira (30). O autor do disparo acabou morto pouco depois após trocar tiros com policiais militares.
 
Entre os casos está um que aconteceu na rua das Ameixeiras, no Jardim Celeste, onde  Darlison Diego da Cruz,  27 anos, foi atingido quando estava caminhando. Ele foi atacado por um homem que estava em uma motocicleta.  Já no bairro Boa Esperança, a polícia confirmou que Luciano Rafael Jesus, 19 anos, também foi atingido com vários disparos por um motociclista e morreu na hora.
 
O segundo suspeito de envolvimento na morte do PM Fábio Zampirão, 31 anos, continua em fuga. Desta vez, o acusado conseguiu invadir uma residência, render dois homens, se alimentar e roubar uma Yamaha Factor preta para fugir. O fato foi registrado no bairro Residencial Florença, em Sinop (477 km de Cuiabá). O morador teria sido rendido pelo suspeito ao abrir a porta.

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade