JANAíNA RIVA ARTICULA CPI DO MT PREV PARA INVESTIGAR ROMBO NAS CONTAS
19.02.2017

A deputada estadual Janaína Riva (PMDB) afirma já ter nove assinaturas de parlamentares, uma a mais do necessário, para pedir a abertura de uma Comissão Parlamenta de Inquérito (CPI) para investigar o suposto rombo de R$ 700 milhões na previdência estadual de Mato Grosso , o MT Prev.

Leia mais:
Principal Comissão da ALMT ‘cai no colo’ de Pedro Satélite após disputa de Bezerra e Dilmar

“O Governo quer aumentar alíquota de 11% para 14% no MT Prev sob alegação de um rombo. Qual impacto que esses 3% vão causar de aumento? O foco da investigação é o rombo que supostamente existe no MT Prev. Como foi causado, o que aconteceu? Acho que o aumento, simplesmente, pode não resolver e pode futuramente gerar um novo rombo. Precisamos saber o que causou o rombo hoje”, afirmou a deputada, na quinta-feira (16).

De acordo com ela, a proposta do Governo do Estado de aumentar de 11% para 14% a alíquota pode não ser o suficiente para evitar futuros rombos e se tornar uma medida paliativa. Ao invés disso, Janaína quer se aprofundar nas causas do furo nas contas e em uma solução a longo prazo. Representantes do Governo, entretanto, acreditam que com esse aumento de alíquota é possível estabilizar as previdência estadual e evitar um colpso pela falta de contribuição.

A apresentação do requerimento para instalar a CPI ficará para depois do carnaval. Ainda segundo ela, os deputados terão que focar, por algum tempo, na proposta que virá do Governo do Estado para um teto nos gastos públicos, que pode congelar os salários dos servidores estaduais e impactar de diversas maneiras nas contas públicas.

Somente depois desse assunto ser resolvido na Assembleia Legislativa a parlamentar deverá tentar instalar a nova CPI. Essa poderá ser a sexta Comissão Parlamentar de Inquérito dessa legislatura. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade