TAQUES DIZ QUE ESPERA ANTECIPAR DATA DE PAGAMENTO ATé JULHO
10.03.2017

O governador Pedro Taques (PSDB) revelou que espera retornar o pagamento dos servidores públicos para o último dia útil de cada mês até julho deste ano.

 

No final de 2016, o tucano trocou a data dos repasses para o dia 10 de cada mês por conta da crise no caixa do Estado.

 

A medida foi duramente criticada pelo Fórum Sindical, entidade que representa o funcionalismo público.

 

“Estamos trabalhando para que essa mudança ocorra e a partir de julho voltarmos para o último dia de cada mês. O secretário de Fazenda [Gustavo de Oliveira] está trabalhando firme para isso, Planejamento [Guilherme Muller] igualmente. Estamos tentando fazer isso o mais rápido possível”, disse Taques, em conversa com a imprensa nesta semana.

 

O caixa do Estado também tem melhora e vai melhorar ainda mais quando aprovarmos as medidas que apresentaremos à Assembleia Legislativa

De acordo com o tucano, a economia tem mostrado tendência de melhora para os próximos meses.

 

Além disso, segundo ele, os ajustes fiscais que serão feitos por meio do projeto que estabelece um teto de gastos para os próximos 10 anos, será crucial para melhorar o caixa do Executivo Estadual.

 

Por mês, o Governo usou pouco mais de R$ 600 milhões de seu caixa para pagar os servidores.

 

“A economia do país tem melhorado. O caixa do Estado também tem melhora e vai melhorar ainda mais quando aprovarmos as medidas que apresentaremos à Assembleia Legislativa”, afirmou.

 

 

 

A mudança

 

Em novembro, os salários de todos os servidores do Estado passaram a ser pagos no dia 10 do mês subsequente ao trabalhado.

 

A alteração foi motivada pela crise econômica, que frustrou a expectativa de receita, enquanto a folha de pagamento cresceu no período.

 

À época, dados da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) apontaram um aumento de 21,5% na folha salarial, que saltou de R$ 7,7 bilhões em 2015, para R$ 9,3 bilhões neste ano.

 

Segundo a Sefaz, esse montante equivale a 70% da receita própria do Estado.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade