SECRETáRIO PEDE DEMISSãO E SAúDE DE MT TERá 4º "CHEFE" EM DOIS ANOS
14.03.2017

Uma reunião entre o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), e o secretário de Estado de Saúde (SES-MT), João Batista da Silva, pode definir o futuro do chefe da pasta à frente de umas das secretarias mais importantes – e problemáticas – do poder executivo estadual. O encontro deve ocorrer ainda nesta terça-feira (14).

A iniciativa de deixar a pasta teria partido do próprio João Batista, que estaria insatisfeito com os rumos que a saúde vem tomando no Estado. O governador confirmou a reunião desta terça-feira com o chefe da SES-MT, mas desconversou quando questionado sobre a permanência ou não do secretário. “Vamos conversar”, se limitou a dizer Taques.

João Batista Pereira da Silva tem experiência de mais de 10 anos como secretário de Saúde do município de Nova Mutum (262 km de Cuiabá). Quando assumiu a SES-MT, no dia 28 de julho de 2016, ele havia afirmado que uma das suas metas era “fortalecer a integração da pasta com secretarias e consórcios municipais de saúde”.

Porém, a gestão de Batista vem sendo permeada por dificuldades, incluindo a falta de pagamento de fornecedores nos Hospitais Regionais do Estado, atrasos nos salários dos servidores nessas unidades de saúde, problemas na regularidade dos repasses para a construção do novo Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, além de outros problemas.

Ele é o terceiro secretário que comanda Ses-MT em pouco mais de 2 anos da gestão Pedro Taques. Antes dele, passaram pela pasta Marcos Bertúlio e Eduardo Bermudez, ficou apenas 10 meses no cargo.

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade