PRESIDENTE DA AL ANUNCIA DEVOLUçãO DE R$ 80 MILHõES AO GOVERNO
29.03.2017

O presidente da Assembleia Legislativa (AL-MT), deputado Eduardo Botelho (PSB), anunciou a “devolução” de R$ 80 milhões dos cofres do Legislativo para o Governo do Estado investir em obras de asfaltamento nos Municípios de Mato Grosso.

 

Segundo ele, a devolução – a exemplo do que já ocorreu na gestão do ex-presidente Guilherme Maluf (PSDB) – é fruto de um entendimento entre todos os parlamentares da Casa.

 

“Em conversa com todos os deputados, entendemos que podemos fazer uma economia na Assembleia Legislativa de R$ 80 milhões, em dois anos, para devolver e fazer obras de asfalto nos Municípios”, disse Botelho.

 

Em conversa com todos os deputados, entendemos que podemos fazer uma economia na Assembleia Legislativa de R$ 80 milhões, nos próximos dois anos, para devolver e fazer obras de asfalto nos municípios

“O governador disse que se fizermos essa economia ele colocaria outro tanto [mais R$ 80 milhões]. Chegamos nesse valor e vamos trabalhar com deputados para que isso seja feito”, afirmou o presidente.

 

O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (28), durante evento que reuniu cerca de 100 prefeitos de Mato Grosso e secretários de Estado, no Palácio Paiaguás.

 

O líder do Governo na Assembleia, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), explicou que, para ter acesso aos recursos, os Municípios terão que viabilizar projetos junto à Secretaria de Estado de Cidades (Secid).

 

“[Para a liberação dos recursos] as Prefeituras terão que fazer projetos. Até os convênios ficarem prontos, isso deve ser resolvido no segundo semestre deste ano”, disse.

 

“O secretário [de Cidades] Wilson Santos já falou que o principal são os projetos executivos. Com os projetos prontos, protocolados dentro da Secretaria, será mais fácil executar”, afirmou.

 

Cortes

 

Ainda de acordo com Dilmar, os deputados irão cortar gastos com combustíveis e materiais gráficos, por exemplo.

 

Também serão realizadas mudanças na estrutura de funcionamento de procedimentos da Casa, como forma de obter a economia.

 

“Vamos cortar gastos com materiais gráficos, combustível... Isso vai se avolumando e dando esses recursos. Além de uma reforma dentro da própria Assembleia, diminuir talvez alguns procedimentos. As câmaras setoriais temáticas vão vir para dentro das comissões, e isso diminui custos. As frentes parlamentares também podem ir para dentro das comissões. Ou seja, o dinheiro será retornado para sociedade”, explicou.

 

Devolução

 

Na gestão passada, o Legislativo também realizou uma devolução ao Governo para compra de ambulâncias.  

 

À época, a Assembleia devolveu R$ 20 milhões ao Executivo como forma de viabilizar a aquisição dos veículos.

 

O Estado fez a licitação para a compra e aportou a contrapartida de R$ 3 milhões.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade