JUíZA DE MT REJEITA DENúNCIA CONTRA 2 EX-SECRETáRIOS E MAIS TRêS POR DESVIO
04.04.2017

Os ex-secretários de Administração de Mato Grosso, César Zílio e Pedro Elias Domingos, o filho do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), Rodrigo Barbosa, o ex-secretário-adjunto de Administração, José Nunes Cordeiro, e a secretária do ex-secretário Pedro Nadaf, Karla Cintra, foram "absolvidos" pela Justiça da acusação de participação em um esquema de desvio de dinheiro do estado por meio da concessão irregular de incentivos fiscais e extorsão a empresários que tinham contrato com o estado. Todos eles já foram presos durante fases da Operação Sodoma, da Delegacia Fazendária.

No último dia 31, a juíza Selma Rosane dos Santos Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, rejeitou a denúncia do Ministério Público Estadual contra os cinco. Na mesma decisão, porém, acolheu a denúncia contra outros réus, entre eles Silval Barbosa, que está preso desde setembro de 2015 e é apontado pelo MPE como líder da organização criminosa.

Cézar Zílio e Pedro Elias firmaram acordos de delação premiada no ano passado e se comprometeram a devolver o dinheiro desviado.

Para a juíza, não há provas de que os cinco tenham participado da fraude milionária. "Falta de justa causa por não haver indícios de autoria e Materialidade delitiva, falta de individualização das condutas imputadas aos acusados, inexistência de nexo de causalidade, atipicidade", diz em trecho da decisão do último dia 31.04/04/2017 11h18 - Atualizado em 04/04/2017 12h24

Juíza de MT rejeita denúncia contra 2 ex-secretários e mais três por desvio

César Zílio e Pedro Elias fizeram acordo de delação com a Justiça.
Denúncias contra filho de Silval e mais 2 também foram arquivadas.

Pollyana AraújoDo G1 MT

Advogado e ex-secretário César Zílio foi preso nesta sexta-feira na operação Sodoma 2. (Foto: Assessoria/TCE-MT)Ex-secretário César Zílio foi absolvido
(Foto: Assessoria/TCE-MT)

Os ex-secretários de Administração de Mato Grosso, César Zílio e Pedro Elias Domingos, o filho do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), Rodrigo Barbosa, o ex-secretário-adjunto de Administração, José Nunes Cordeiro, e a secretária do ex-secretário Pedro Nadaf, Karla Cintra, foram "absolvidos" pela Justiça da acusação de participação em um esquema de desvio de dinheiro do estado por meio da concessão irregular de incentivos fiscais e extorsão a empresários que tinham contrato com o estado. Todos eles já foram presos durante fases da Operação Sodoma, da Delegacia Fazendária.

No último dia 31, a juíza Selma Rosane dos Santos Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, rejeitou a denúncia do Ministério Público Estadual contra os cinco. Na mesma decisão, porém, acolheu a denúncia contra outros réus, entre eles Silval Barbosa, que está preso desde setembro de 2015 e é apontado pelo MPE como líder da organização criminosa.

Cézar Zílio e Pedro Elias firmaram acordos de delação premiada no ano passado e se comprometeram a devolver o dinheiro desviado.

Para a juíza, não há provas de que os cinco tenham participado da fraude milionária. "Falta de justa causa por não haver indícios de autoria e Materialidade delitiva, falta de individualização das condutas imputadas aos acusados, inexistência de nexo de causalidade, atipicidade", diz em trecho da decisão do último dia 31.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade