“GOVERNO JOGOU PESADO PARA MANTER CONTRATO COM CONSóRCIO VLT”
28.04.2017

A deputada estadual Janaina Riva (PMDB) classificou como “decepcionante” a rejeição da emenda ao relatório final da CPI das Obras da Copa, que acrescentava itens como o pedido de rescisão do contrato firmado entre o Governo e o consórcio VLT.

 

O documento foi aprovado por unanimidade, porém sem acrescentar a emenda, que teve parecer contrário da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ).

 

Para ela, o Executivo Estadual “jogou pesado” para garantir a continuidade do consórcio, composto pelas empresas Santa Bárbara, CR Almeida, CAF Brasil Indústria e Comércio, Magna Engenharia Ltda. e Astep Engenharia Ltda.

 

“Não posso esconder a minha decepção. O que vimos ali foi um verdadeiro teatro. O Governo jogou muito pesado para votar de uma forma que o consórcio continuasse, mesmo todos apontando jogo de planilha, fraude em licitação, inúmeras irregularidades. Os próprios deputados da base diziam isso no passado, o Wilson Santos chegou a se manifestar contra o consórcio”, disse a deputada em conversa com a imprensa.

 

O que vimos ali foi um verdadeiro teatro. O Governo jogou muito pesado para votar de uma forma que o consórcio continuasse

Janaina afirmou que o desejo do grupo a favor da aprovação da emenda não é contra o retorno das obras, mas, sim, que haja uma nova licitação, encerrando o contrato com o atual grupo de empresas.

 

“Sem dúvida, decepcionou muito os colegas parlamentares, e a CPI acabou perdendo sua finalidade. Porque o que vai fazer com uma CPI que coloca uma lista de mais de 100 pessoas que seriam indiciadas por cometer suposta omissão, mas o consórcio vai continuar? Quer dizer que não havia o que se falar de ilegal ou errado?”, questionou.

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade