BEZERRA COMPARA TAQUES A
04.05.2017

O deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) comparou o governador Pedro Taques (PSDB) à protagonista da novela “Gabriela”, produzida pela Rede Globo, baseada na obra do escritor Jorge Amado. O parlamentar utilizou a personagem para explicar a mudança de postura do chefe do Executivo Estadual, ao tentar aumentar o diálogo durante sua gestão. Ele declarou que não acredita que Taques consiga mudar a conduta que tem adotado desde o início de sua gestão.

Para Bezerra, mesmo com a tentativa de expandir o diálogo com outros partidos e poderes, o perfil do governador não deve colaborar para que obtenha bons resultados com a mudança de postura. "Ele está procurando dialogar agora, o que é uma boa, porque em política e no governo é preciso dialogar. Mas, infelizmente, ele tem um perfil que não se liberta. É como a novela ‘Gabriela‘, na qual a personagem nasceu assim, cresceu assim e ia morrer assim”, disse, na manhã desta quinta-feira (4).

O parlamentar fez uma analogia entre o perfil da personagem de Jorge Amado e a postura do governador. “Na novela, o comerciante Nassif queria disciplinar a Gabriela, mas de repente ela sobe no telhado com a bunda de fora, com a cidade inteira olhando. Mas ela era aquilo e o Taques é aquilo”, declarou.

Para justificar a dificuldade de diálogo do governador, o peemedebista mencionou o duelo travado entre Taques e o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Antônio Joaquim. “Agora mesmo vi uma briga do Taques com o presidente do Tribunal de Contas e o governador saiu com tudo para cima. O Tribunal queria apenas investigar a isenção de exportação, que é uma coisa natural no processo democrático. E o TCE é um órgão fiscalizador, mas eu vi uma reação muito furiosa do Taques”, comentou.

“Mas esse negócio de dialogar, é um bom sinal, porque ele pode, com isso, aglutinar mais forças e ajudar o Estado a resolver”, completou.

Bezerra asseverou que mesmo tentando mudar a postura, Taques não está conseguindo atingir bons resultados e a falta de diálogo permanece. “Não tá funcionando porque eles são medíocres. Agora mesmo, ele e o prefeito de Poxoréo lançaram uma obra no Município, por meio de uma emenda parlamentar minha. Mas nem mencionaram meu nome. Mandei um vereador de Rondonópolis me representar, mas não disseram meu nome. A obra é a do Balneário Lagoa, que venho lutando há muito tempo. Ela custou R$ 5,5 milhões e mais R$ 3 milhões, que faltavam para ser concluída”, relatou.

O parlamentar frisou que tentou dialogar com o tucano, no início da gestão, porém não obteve sucesso. “Tentei conversar com o Taques, para salvar um recurso de R$ 25 milhões que consegui para fazer a estrada Cuiabá-Mimoso, que está 70% pronta. Mas ele não vai terminar, porque perdemos o recurso, que tinha conseguido com o ministro, para dar andamento na obra. Falei para o governador que queria falar com ele, sobre isso e outras coisas mais, e ele disse que iria me procurar, mas nunca me procurou. Eu também não fui atrás”, pontuou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade