POLíCIA PRENDE MAIS DOIS MEMBROS DE QUADRILHA DE MT NO RJ
05.05.2017

Mais dois integrantes da associação criminosa desarticulada pela Polícia Judiciária Civil, na operação “Luxus” deflagrada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), tiveram mandados de prisão cumpridos na tarde desta quinta-feira (04).

 

Augusto Cesar Ribeiro Macaúbas, conhecido como “Gordão”, e Jurandir Benedito da Silva, o “Jura”, foram localizados e tiveram as ordens de prisão cumpridas no Estado do Rio de Janeiro. Eles são acusados de integrar quadrilha que lucrou cerca de R$ 5 milhões com assaltos a bancos em Mato Grosso, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro

 

Os suspeitos foram surpreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio do setor de inteligência da Polícia Civil do Rio de Janeiro, na cidade de Volta Redonda (RJ).

 

No total, 17 assaltantes tiveram mandado de prisão expedidos pela Justiça. Quinze já foram presos e dois continuam foragidos. Entre os criminosos presos está um policial militar, que teria passado informações previlegiadas para o bando em um assalto ao Banco do Brasil em Poconé (104 km de Cuiabá).

 

“O que chamou muita atenção da nossa gerência durante o monitoramento dessa quadrilha era a forma como os integrantes ostentavam em redes sociais todos os valores recebidos da atividade espúria que desempenhavam”, disse o delegado Diogo Santana, da GCCO.

 

“Eles cometiam crimes e com os valores gastavam com viagens luxuosas, com passeios de barco, voos de helicóptero no Rio de Janeiro no Carnaval, carros de luxo. E tudo isso era colocado nas redes sociais. Uma coisa que a gente observou é que nenhum desses integrantes da organização tinha uma atividade lícita, ou seja, uma renda que conferisse a eles a possibilidade de ter uma vida de luxo”, afirmou Santana, ao revelar que a maioria das viagens eram feitas para regiões de praias.

 

Foram presos Marcus Vinicius Fraga Soares, vulgo “Pato”, Gilberto Silva Brasil, conhecido como “Beto”, Cleyton Cesar Ferreira de Arruda, Thassiana Cristina de Oliveira (esposa de Cleyton), Junior Alves Vieira, Elvis Elismar de Arruda Figueiredo, Diego Silva dos Santos, Hian Vitor de Oliveira, Kaio da Silva Nunes Teixeira, Daynei Aparecido da Costa, Emanuel da Silva Souza (policial militar), Lubia Camilla Pinheiro Gorgete,  Marcelo Alberto dos Santos, Augusto Cesar Ribeiro Macaúbas, vulgo “Gordão” e Jurandir Benedito da Silva, conhecido como “Jura”.

 

Continuam foragidos Robson Antônio da Silva Passos, vulgo “Robsinho” e Julyender Batista Borges, conhecido como “Juju”.

 

Também foram apreendidos dois carros - um Corolla e um Linea - além de objetos de assalto a banco, como maçaricos, serras e furadeiras. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade