PREFEITURA DE CUIABá VAI à JUSTIçA CONTRA DETERMINAçãO QUE MUDA SERVIçOS DE COLETA DE LIXO
08.05.2017

Como não tem condições de colocar 34 carros atrás dos 34 caminhões de coleta de lixo, a Prefeitura de Cuiabá vai recorrer contra a determinação do Ministério do Trabalho que proíbe os garis de andarem em carona no suporte traseiro dos veículos. A determinação provocou aumento de mais de 80% no tempo necessário para coletar a mesma quantidade de lixo, principalmente em bairros distantes da área central de Cuiabá.
 
“A Procuradoria Geral do Município estuda a melhor forma de recorrer. Não entendo a questão jurídica e, em breve, os procuradores vão decidir o que fazer. Mas a questão prática é a seguinte: a coleta piorou porque o Ministério do Trabalho exige que os garis andem somente a pé ou dentro das cabines dos caminhões [para percursos acima de 100 metros], o que aumenta o tempo necessário para coletar”, afirmou o secretário Municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, durante audiência pública para comemorar o Dia Nacional do Líder Comunitário, no plenário da Câmara de Cuiabá.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade