A VICE-PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIçA, DESEMBARGADORA MARILSEN ANDRADE ADDARIO, BARROU UM RECURSO PELO QUAL O JUIZ RICARDO ALEXANDRE RICCIELI SOBRINHO, DA 3ª VARA DE CáCERES (234 KM DE CUIABá), BUSCAVA LEVAR AO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIçA (STJ) PEDIDO DE INDENIZAçãO POR DANO MORAL MOVIDO POR ELE EM RAZãO DE ATOS COMETIDOS PELO PROMOTOR DE JUSTIçA DOUGLAS STRACHICINI. A DECISãO é DA úLTIMA QUARTA-FEIRA (25). EM PRIMEIRA INSTâNCIA, O ESTADO HAVIA SIDO CONDENADO A PAGAR AO JUIZ INDENIZAçãO DE
29.05.2017

Um incêndio atingiu um prédio abandonado localizado em frente à rotatória da trincheira Jurumirim, na Avenida Miguel Sutil em Cuiabá, na manhã desta segunda-feira (29).

 

O Corpo de Bombeiros foi acionado e ainda está no local realizando o trabalho de resfriamento e posteriormente realizarão o rescaldo.

 

Apesar do incêndio ter começado no prédio, as chamas invadiram uma loja de estofados que fica ao lado, o que fez com que todo local fosse evacuado.

 

Segundo o dono da loja, Fabio Nicolau, o incêndio começou após dois usuários de drogas tentarem queimar objetos dentro do prédio.

 

Ele explicou que no local já funcionou uma loja de eletrônicos, mas, que há algum tempo, a construção estava abandonada. No entanto, ainda tinham aparelhos de TV na obra.

 

Fabio contou que era comum os usuários entrarem no local e colocar fogo nos aparelhos para conseguir obter cobre e vender.

 

Ele ainda disse que um dos suspeitos é filho do dono da antiga loja de eletrônicos, e que esta não seria a primeira vez que os dois usuários foram detidos por este delito.

 

Os dois suspeitos foram detidos pela Polícia Militar e encaminhados ao Cisc Planalto.

 

O trânsito na avenida Miguel Sutil, na pista que vai no sentido Fernando Corrêa, está interditado.

 

No entanto, o tráfego na trincheira está liberado.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade