PSDB LEMBRA TRAJETóRIA DE MEDEIROS EM MT
06.06.2017

“O [José] Medeiros é um grande companheiro, mas ele nunca disputou eleição direita”, criticou o presidente do PSDB de Mato Grosso, deputado federal Nilson Leitão. O parlamentar rebateu as afirmações feitas pelo senador José Medeiros (PSD) de que o governador Pedro Taques (PSDB) teria até setembro desse ano para viabilizar a reeleição no pleito de 2018. “O governo tem que pensar no governo e o Medeiros fala isso com a intenção de colaborar, porque ele é governo como todos nós. Mas é o momento de se pensar na gestão, a eleição é agosto de 2018. O governo que pensa em campanha antes não vai governar direito e isso é tudo que a oposição quer”, amenizou o parlamentar.

Além do atual governador, José Medeiros afirmou que existem outros nomes que vê como viáveis para a eleição de governador em 2018. Tais pessoas, conforme o senador, seriam o atual vice-governador Carlos Fávaro (PSD), o senador Wellington Fagundes (PR) e o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB).

Com mais de dois anos de Governo,o tucano vem enfrentado uma crise na saúde,o que abalou o relacionamento do gestor nas bases municipalistas, uma vez que o Governo do Estado tem débitos de nove meses com algumas prefeituras. Leitão, porém, afirmou que o governo precisa se concentrar no término da gestão e vê a crise como uma forma de ganhar a confiança da população, uma vez que acredita que o colega de sigla deve contornar os problemas do Es-tado. “Precisamos concentrar no governo, tomar todas as medidas amargas ou não. Governar é isso mesmo, enfrentar problemas, obstáculos e ter coragem de tomar atitude e isso vai fazer com que o governador saia com uma boa avaliação, porque o que define um bom governante são os problemas que ele supera. E o principal de tudo, tomar essas atitudes se preocupando com Mato Grosso e não com a reeleição”.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade