JUSTIçA MARCA CONCILIAçãO DE EX-PREFEITO E EX-SENADOR DE MT
23.05.2017

O juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Várzea Grande, André Maurício Lopes Prioli, designou para o dia 19 de setembro uma audiência de conciliação do secretário de Assuntos Estratégicos, Jayme Campos (DEM), com o ex-prefeito do município, Walace Guimarães (PMDB). 

A audiência servirá para uma tentativa de acordo de ambos diante de uma ação de indenização por dano moral que o peemedebista move após ser chamado em discurso de líder do PCC (Primeiro Comando da Capital) e cobrador de propina. O pedido de indenização por dano moral é do valor de R$ 650 mil. 

O ex-prefeito Walace Guimarães alega que Jayme Campos fez propagação pública de ofensas a sua pessoa. 

O discurso em questão foi feito em julho de 2015 durante o lançamento das obras de reforma e ampliação do Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande. 

“O que havia aqui era uma verdadeira facção criminosa, que estava instalada na Prefeitura. Era o PCC de Várzea Grande”, disse Campos. 

No evento, estava presente o governador Pedro Taques (PSDB). 

“Ressalta-se na exordial, o intuito politiqueiro e destrutivo do requerido em dar boa aparência à gestão de sua esposa (Lucimar Campos) e degradar imagem do requerente (Walace) propagando inverdades sobre a gestão passada sem qualquer meio probatório que sustente suas alegações, quanto tudo ainda esta sob a roga de auditorias”, diz um dos trechos do pedido protocolado pelo ex-prefeito Walace Guimarães. 

O peemedebista ainda requer que Jayme Campos seja impedido de propagar informações, acusações, mentiras, ou, outras falas que venham a denegrir a imagem e a honra do peemedebista. 

Ainda é solicitada a retirada de matérias jornalistas, de sites, que estariam veiculadas informações falsas, acusatórias, caluniosas, difamatórias e injuriosas propagadas pelo democrata. 

Além disso, requer uma indenização por dano moral de R$ 650 mil. 

O juiz André Maurício Lopes Prioli chegou a conceder liminar em favor do ex-prefeito na qual estipulou o pagamento de multa de R$ 500 reais para cada ofensa o Jaime contra Walace, porém, negou a retirada das matérias jornalísticas. 

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade