O JUIZ GILBERTO LOPES BUSSIKI, DA 9ª VARA CíVEL DE CUIABá, DETERMINOU QUE A LUCIULA CALçADOS E ACESSóRIOS LTDA. - QUE ESTá EM RECUPERAçãO JUDICIAL - PAGUE CERCA DE R$ 300 MIL AO SHOPPING TRêS AMéRICAS. A DíVIDA é REFERENTE AO ALUGUEL DO ESPAçO ONDE FUNCIONAVA UMA DAS FILIAIS DA LOJA. DE ACORDO COM A SENTENçA, DATADA DO úLTIMO DIA 10, OS PAGAMENTOS NãO OCORRIAM DESDE FEVEREIRO DE 2016. NO INíCIO DE MARçO DESTE ANO A LOJA FOI DESPEJADA, MAS SOMENTE A PARTIR DA DECISãO DO JUIZ O CONTRATO DE LOCAç
25.05.2017

O governador Pedro Taques participou na manhã desta quinta-feira (25.05), do seminário “A Força do Campo”, que discutiu questões relacionadas ao desenvolvimento do agronegócio no país, nos aspectos econômicos, ambientais e sociais. O seminário é uma promoção do Banco Santander, em parceria com o Governo de Mato Grosso.

“Todos nós sabemos que estamos diante de uma crise econômica muito grave que se mistura a crise política, mas temos absoluta certeza que com a força do setor do nosso Estado, que tem ajudado muito o Brasil na balança comercial, vamos superar esta chuva e logo logo Mato Grosso mostrará que é possível criar e atrair investimentos”, afirmou o governador.

Para se aproximar do empreendedor rural e expandir as operações, o Santander investiu na contratação de engenheiros agrônomos e inaugurou espaços de negócios em Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará e Maranhão, conforme explicou o presidente do banco, Sérgio Rial.  

“O produtor agrícola de Mato Grosso está conectado com as cadeias globais e todas as correlações que acontecem no mundo impactam Mato Grosso. O envolvimento do banco na indústria financeira vem acontecendo, porque acreditamos na interiorização dentro do setor agro no Brasil, e que, isso contribuiu para que esses produtores consigam expandir suas atividades”, ressaltou.

A programação voltada a especialistas, autoridades e empreendedores trouxe discussões sobre os temas: “As três dimensões do Agro Sustentável – Econômica, Ambiental e Social”, “Muito além da commodity – Transformar para agregar valor à produção”, “A marcha do gado – Por uma pecuária mais produtiva e sustentável”, e “A evolução da lavoura – Como potencializar as cadeias de grãos e fibras.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi também participou do evento e destacou que apesar de todas as dificuldades, o Brasil tem a agricultura forte e que precisa se atentar para as mudanças em relação a outros países, quando se fala em cobrança para que os produtos exportados mantenham a qualidade.

“Os desafios que temos hoje são diferentes e temos que estar inseridos nisso. Todos os movimentos que acontecem no Brasil também afetam a percepção do mercado internacional. Competir com o Brasil, muitos competirão, mas terão que ter alto grau de subsidio para fazer isso. Aqui, este é um setor que aprendeu nos últimos anos a se fazer da maneira que o mercado impôs para ele e ganhamos tudo isso com a produtividade”, disse Maggi.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade