“NOTíCIA DEMONSTRA A COMPLETA FALTA DE COERêNCIA DO PARTIDO”
14.06.2017

O deputado federal Fabio Garcia (PSB) classificou como “incoerente” o fato de o colega de Câmara Valtenir Pereira ter assumido a presidência do partido em Mato Grosso, após se filiar à legenda na tarde desta quarta-feira (14).

 

A ficha de filiação de Valtenir foi assinada em Brasília, em um ato com a presença do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

 

Até o início de maio, a presidência do PSB em Mato Grosso era ocupada por Fabio Garcia, que acabou destituído do cargo em razão de ter votado favorável à aprovação da reforma trabalhista do presidente Michel Temer (PMDB).

 

A notícia demonstra a completa falta de coerência do partido, visto que a executiva nacional traz para o partido o deputado Valtenir, que também votou favoravelmente à reforma trabalhista

O diretório nacional do partido havia deliberado contra a proposta e decidiu destituir todo o regional de Mato Grosso de suas funções, após o voto do parlamentar.

 

Em nota encaminhada à imprensa, Garcia disse ter sido informado pelo presidente Carlos Siqueira, nesta tarde, sobre a filiação de Valtenir ao PSB e sobre o novo comando do partido.

 

“A notícia demonstra a completa falta de coerência do partido, visto que a executiva nacional traz para o partido o deputado Valtenir, que também votou favoravelmente à reforma trabalhista, fato que supostamente foi o causador das divergências com o partido”, disse Garcia, em trecho da nota.

 

“Essa decisão atinge pessoas que não cometeram nenhum ato contra qualquer decisão do partido”, afirmou o deputado.

 

No documento, ele afirmou também que, ainda neste final de semana, os deputados estaduais da sigla (Eduardo Botelho, Mauro Savi, Max Russi, Oscar Bezerra e Adriano Silva) e o deputado federal Adilton Sachetti vão se reunir para debater o assunto.

 

Mais cedo, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, disse que não está descartada uma debandada de membros da sigla.

 

"Vamos sentar para definir se vamos ficar ou sair. Sentar também com o Valtenir e saber o que ele está pensando. Mas, a princípio, há uma tendência grande de deixar o partido", afirmou Botelho.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade