MORRE CRIANçA QUE TEVE 80% DO CORPO QUEIMADO DURANTE INCêNDIO
12.06.2017

Uma criança de um ano e oito meses morreu, neste domingo (11), no Pronto-Socorro de Cuiabá, onde estava internada há 30 dias, após ter 80% do corpo queimado em um incêndio na sua residência.

 

 

O caso foi registrado no Município de Campo Verde (139 km da Capital), no dia 10 de maio.

 

De acordo com a Polícia Civil, as causas do incêndio ainda estão sendo investigadas.

 

O padrasto da criança, de 22 anos, foi detido na época do fato, acusado de ser responsável por atear fogo na residência.

 

Segundo investigações da Polícia Civil,  ele teria chegado bêbado em casa, no Bairro Bom Clima, e começado a discutir com a mãe da vítima, de 21 anos.

 

Logo depois, trancou a mulher e a filha em um dos cômodos e colocou fogo na casa interia.

 

Vizinhos acionaram o Corpo de Bombeiros, que esteve no local e conseguiu socorrer as vítimas.

 

O homem também foi levado para uma unidade de saúde com queimaduras nas pernas.

 

Após receber alta, ele foi detido e levado para a Delegacia Municipal, onde prestou depoimento e foi liberado. A mãe da criança passa bem.

 

A menina, por sua vez, foi transferida para o Pronto-Socorro de Cuiabá, com queimaduras graves. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu ontem.

 

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa foi acionada e liberou o corpo da criança.

 

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

 

Com a morte, o caso passará a ser tratado como homicídio. O padastro e a mãe da vítima deve ser intimado a prestar novos esclarecimentos nessa semana.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade