EX-ZAGUEIRO DA SELEçãO DEFENDE PROJETO "BOM DE BOLA, BOM DE ESCOLA"
12.07.2017

Uma oportunidade para encontrar novos talentos e, principalmente, ajudar na formação como cidadão. Foram esses os propósitos que fizeram o zagueiro da histórica Seleção Brasileira da Copa do Mundo de 1986, Júlio César da Silva, aceitar o convite do prefeito Emanuel Pinheiro para ser o novo embaixador do programa “Bom de Bola, Bom de Escola”, que tem sua abertura oficial marcada para o dia 19 de agosto, no Complexo Esportivo Dom Aquino.

Nascido em Bauru, no ano de 1963, o ex-jogador conhece muito bem os caminhos a serem trilhado para alcançar os resultados almejados, não só dentro do mundo futebolístico, mas também em outros campos da vida. É por essa experiência que Júlio César acredita que a parceria com a gestão do Município tem tudo para gerar bons frutos na Capital.

“É um programa que já tem uma credibilidade, conhecido por ajudar na melhora do rendimento escolar dos participantes e também no desenvolvimento do caráter. Além disso, a Prefeitura está dando toda a assistência necessária para que seja um sucesso. Sei que é uma grande responsabilidade, pois a gente se coloca como espelho para essas crianças, mas ao mesmo tempo gera uma expectativa muito boa”, comentou.

Com sua trajetória iniciada aos 12 anos, quando ingressou nas categorias de base do tradicional Guarani Futebol Clube, da cidade de Campinas-SP, o craque sabe da importância de se ter um bom acompanhamento nesta fase. Ele destaca que todo apoio que recebeu do clube campinense, tanto dentro quanto fora das quatro linhas, foi determinante para que pudesse ter uma carreira vencedora.

Após entrar na categoria profissional, quando ainda tinha 15 anos, Júlio César foi aos poucos tomando seu lugar de destaque no futebol brasileiro e alçou voos maiores como jogador. Campeão por onde passou, o ex-atleta atuou por muitos anos no continente europeu.  Brestois e Montpellier, na França, Juventus, na Itália, Panathinaikos, da Grécia, e Borussia Dortmund, onde foi vencedor da Champions League e Mundial de Clubes, fazem parte do currículo do ex-jogador e o credência para agora ocupar o posto de embaixador do programa social cuiabano.

“Assim como todas essas crianças minha vida no futebol começou brincando na rua, jogando campeonatos de bairros, até entrar no Guarari. Sei que Cuiabá tem potencial para lançar bons jogadores, e o Bom de Bola pode ser um grande auxiliador. Todavia, com toda estrutura e profissionais capacitados que a Prefeitura tem disponibilizado, é também uma ferramenta que irá contribuir no crescimento dessas crianças como bons cidadãos”, comentou o embaixador. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade