TAQUES AFIRMA QUE ORLANDO PERRI DEVE DENUNCIAR FORMALMENTE AUTOR DE AMEAçA
17.07.2017

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou, nesta segunda-feira (17), que se o desembargador Orlando de Almeida Perri estiver realmente sendo vítima de ameaças conforme trouxe a público, deve procurar os meios jurídicos e denunciar tais autores dessas ameaças de maneira formal.



“Se ele foi ameaçado ele tem que revelar quem está fazendo essas ameaças. Quando eu recebi ameaça eu coloquei no papel”, disse o governador.

Perri, que é responsável por investigar o caso de grampos ilegais praticados pela Polícia Militar de Mato Grosso, revelou no início deste mês que vem recebendo ameaças veladas. A declaração foi dada depois que o depoimento do coronel Airton Benedito Siqueira Junior gerou especulações quanto a atuação do desembargador no caso.

Siqueira, secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos de Mato Grosso, registrou em cartório no último dia 29 de junho uma declaração na qual admite ter “grampeado” juízes em 2007 a mando de Perri, à época corregedor-geral de Justiça de Mato Grosso.

Por meio de nota, o desembargador disse que soube dos fatos denunciados pelo secretário na mesma época em que passou a receber tais ameaças, que em sua opinião, tinham o objetivo de desacreditá-lo enquanto condutor das investigações do caso dos grampos.

“Os fatos denunciados pelo Cel. Airton Benedito de Siqueira Júnior já eram de meu conhecimento há mais de 20 dias, quando passei a receber ameaças veladas, visando a não emprestar a seriedade necessária às investigações”, dizia trecho da nota do desembargador.

Por fim, o desembargador salientou que nenhuma das ameaças surtiram efeito de intimidá-lo e garantiu que iria continuar firme nas investigações, “trazendo à luz todas as interceptações ilegais realizadas nos últimos anos, com revelação das vítimas e punição dos culpados”.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade