PARA IMPEDIR AçãO DE ORGANIZAçõES CRIMINOSAS, SEJUDH INVESTE R$ 2,5 MI EM BLOQUEIO DE CELULARES EM PRESíDIOS
22.08.2017
A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) está fazendo um investimento de R$ 2,5 milhões na aquisição de um equipamento para bloqueio de telefones móveis nas unidades prisionais em Mato Grosso. A medida é uma das ações do Estado para aumentar a segurança e impedir que líderes criminosos que agem de dentro dos presídios consigam se comunicar. A chegada do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, que deve ser transferido para Cuiabá nas próximas semanas, também itensificou a preocupação com a segurança.


 
A decisão sobre a transferência de Arcanjo foi dada pelo juiz federal Orlan Donato Rocha, da 8ª Vara Federal, no último dia 15. A Sejudh informou que já foi notificada pelo Tribunal de Justiça na última semana, sobre a decisão que determina a transferência de Arcanjo para Mato Grosso e disse estar providenciando os trâmites jurídicos para a vinda.

A Sejudh também disse que a transferência ainda não tem data para ser realizada, pois o procedimento é feito pelo Sistema Penitenciário Federal, ligado ao Departamento Penitenciário Nacional. Também não foi definida a unidade em que Arcanjo ficará preso e a informação só será comunicada à Justiça.
 
Equipamento de bloqueio

 
O secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp), Rogers Jarbas, afirmou que já foi adquirido um equipamento que será responsável por fazer o bloqueio de celulares em um dos presídios de Mato Grosso. Segundo Jarbas, o equipamento deve começar a funcionar ainda este ano.

“Semanalmente centenas de aparelhos celulares são apreendidos dentro das unidades prisionais. A Sejudh adquiriu um equipamento, agora recentemente, com recursos oriundos do Ministério da Justiça, que faz o bloqueio de celulares dentro das unidades. Está sendo feito um estudo para decidir a unidade para onde vai este equipamento, que é um equipamento móvel, não é fixo, não é a instalação de uma antena, é um equipamento diferenciado. Ele vai ser testado agora no Estado em algumas unidades. Então há essa preocupação do Governo do Estado em inibir isso, tanto é que foi comprado este equipamento”.
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade