EM GRAVAçãO, SENADOR DIZ QUE VAI “RESOLVER” SITUAçãO DE SILVAL
25.08.2017

Em gravação contida na delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), o senador Cidinho Santos (PR) afirma que irá “resolver” a situação do peemedebista, à época preso no Centro de Custódia da Capital (CCC), em Cuiabá.

 

Parte do áudio da conversa foi divulgada em reportagem exibida na tarde desta sexta-feira (25), no Jornal Hoje (veja ao final da matéria).

 

A delação do ex-governador foi firmada com a Procuradoria Geral da República (PGR)  e homologada no último dia 9 pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Em depoimento, Silval disse que Cidinho tentou convencê-lo a desistir de delatar esquemas de corrupção em Mato Grosso.

 

Durante a visita, o senador do PR teria afirmado que o grupo político do qual faz parte estaria trabalhando no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília (DF), para barrar a Operação Ararath, que investigou desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no Estado.

 

Conforme Silval, o senador teria dito que o ministro Blairo Maggi (PP), o governador Pedro Taques (PSDB) e o senador Wellington poderiam agir de modo a trabalhar pela anulação da Operação Ararath.

 

Antes da visita, Silval havia pedido para seu filho lhe trazer um gravador, uma vez que precisava coletar provas para entregar na delação.

 

Áudios

 

Na gravação, de acordo com o Jornal Hoje, Cidinho diz que vai falar com Blairo Maggi para buscar resposta das reclamações de Silval pelo tempo que estava preso.

 

O ex-governador foi preso em setembro de 2015 e só conseguiu a soltura em junho de 2016, quase dois anos depois.

 

Cidinho – Eu vou falar com o Blairo também...

 

Silval – Obrigado, obrigado pela visita.

 

Em seguida, Cidinho promete resolver a situação vivida pelo ex-governador

 

Silval – Uma hora passa. Não tem tempestade que dure para sempre.

 

Cidinho – Segura as pontas aí que nós vamos resolver.

 

Silval - Tá

 

Outro lado

 

Em nota, o senador Cidinho Santos confirmou que visitou Silval, mas negou cometer qualquer ilegalidade. Segundo ele, Silval agiu "de má-fé e e arquitetou um plano para livrar-se da cadeia".

 

Veja a íntegra da nota:

 

"Sobre notícia veiculada no Jornal da Globo, na noite de ontem, sobre uma visita minha ao ex-governador Silval Barbosa, tenho a esclarecer que:

 

1- Nunca neguei o fato que foi um ato de solidariedade a um ex-chefe de Estado, uma vez que, havia a informação de que estava em depressão e, embora não tenha trabalhado ou atuado no Governo dele, não justifica ignora-lo como muitos fizeram.

 

2- Não sou garoto de recado, não recebi orientação e não fui a mando de ninguém.

 

3- Lamento que no vídeo divulgado não conste o áudio, pois, seria de conhecimento de todos que nada falei no intuito de prometer qualquer benefício ao acusado.

 

4-  Se há algo do que se envergonhar, fica a cargo do ex-governador, que fez tudo de caso pensado, agiu de ma fé e arquitetou um plano para livrar-se da cadeia. Benefício garantido pela prática da delação premiada. 

 

4- Por fim, sigo com a consciência tranquila e inteiramente à disposição da Justiça para quaisquer esclarecimentos". 

 

Cidinho Santos

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade