TAQUES PEDE QUE MILITâNCIA DEFENDA GOVERNO DE ATAQUES DA OPOSIçãO
28.08.2017
O governador Pedro Taques (PSDB) incitou a militância do PSDB a reforçar a defesa da administração estadual, em discurso para 40 prefeitos, 20 vice-prefeitos, vereadores e lideranças de todo o estado, no encontro estadual do PSDB, realizado na última semana(24).


Uma das estratégias sugeridas é fazer o comparativo da atual gestão com a passada, administrada por Silval Barbosa (PMDB), atualmente em prisão domiciliar e dono de uma delação homologada no Supremo Tribunal Federal (STF), classificada como “monstruosa” pelo ministro Luiz Fux.

“Eu só tenho um pedido a fazer para os senhores: Defendam o nosso governo. Mais nada. Como governador do Estado, sou soldado do PSDB. Como governador do Estado, sou aquele que deseja transformar o Estado de Mato Grosso”, asseverou Pedro Taques. Para ele, os números do Estado são “arrasadores” e os tucanos não podem ficar passivos diante dos ataques da oposição.

A administração de Pedro Taques começou a sofre ataques da oposição, liderada por parlamentares do PMDB, ligados ao ex-governador Silval Barbosa ou a aliados dele. Além disso, Barbosa mencionou o próprio Pedro Taques na delação premiada, que está sob sigilo judicial, mas tem sido vazada aos poucos pela imprensa.

“Imagine, por que eu sou o governador? Para fazer transformações. Na eleição passada nós afirmamos que faríamos mais e estamos fazendo mais. Veja o seguinte, nós nos comprometemos a acabar as obras da Copa e estamos acabando as obras da Copa. Está faltando o trevo do Santa Rosa, está faltando  a Salgadeira que reiniciou agora. Nós nos comprometemos a trabalhar a situação do VLT. Nós fizemos isso. Se não fosse a delação, já teria iniciado a questão do VLT, mas já estamos trabalhando nisso”, disse.

“Nós nos comprometemos a fazer mais escolas, só esse ano nós inauguramos 17 escolas. Nos comprometemos a resolver o problema da saúde. Ainda não resolvemos o problema da saúde, mas está encaminhado. Nos comprometemos a entregar mais títulos de regularização fundiária urbana e rural, já estamos fazendo isso. Nos comprometemos a melhorar a segurança, estamos fazendo isso. Agora a militância precisa mostrar isso nas ruas. Aqui é uma reunião política e meu único pedido é esse. Nossos números são arrasadores”, completou.

Após o discurso, quando foi ovacionado e lançado pela militância tucana como candidato a reeleição em 2018, Taques sentou-se e ouviu todos os membros do partido, um a um. E apesar do estilo pré-eleitoral do evento, ele negou já estar batido o martelo sobre a candidatura no próximo pleito. “O militante tem esse desejo, mas está muito longe. Vamos trabalhar isso ano que vem”, disse.
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade