VEREADOR VOLTA DE LICENçA E é O 7º A ASSINAR CPI CONTRA EMANUEL
12.09.2017

O vereador Eliseu Nascimento (PSDC), que ficou afastado por 31 dias da Câmara de Cuiabá, anunciou na manhã desta terça-feira (12) que assinará o requerimento para criar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB). A comissão foi proposta após a divulgação de um vídeo em que o gestor recebe dinheiro que, supostamente, seria um “mensalinho” pago pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) a deputados estaduais na legislatura passada.

Eliseu é o sétimo parlamentar a assinar o requerimento de CPI. Até o momento, concordaram com a comissão os vereadores Marcelo Bussiki, autor do requerimento, Felipe Wellaton (PV), Dilemário Alencar (PROS), Abílio Júnior (PSC), Gilberto Figueiredo (PSB) e Sargento Joelson (PSC). 

Eliseu esteve na Câmara nesta manhã, porém não houve sessão e ele não pode confirmar a assinatura. “Hoje vim de forma decisiva para assinar o pedido de CPI não condenando o prefeito Emanuel Pinheiro, mas sim dando a oportunidade a ele para prestar as suas explicações. Quem não deve não teme”, afirmou o parlamentar.

Sargento da Polícia Militar, que serviu por 13 anos no Batalhão da Rotam, Nascimento pediu mais posicionamento dos outros vereadores da casa. “As imagens são fortes, e todos os vereadores disseram isso. Mas não basta apenas dizer que são fortes. Tem que ter posicionamento. Assim como eu tive posicionamento na vida e na conduta ilibada como militar eu tomo o meu posicionamento da forma com o que a sociedade está clamando”.

Após assinar o seu voto em favor da abertura da investigação contra o prefeito, o requerimento para a CPI precisará de mais dois votos para que ela seja aceita.

No último fim de semana, em entrevista a imprensa, Emanuel Pinheiro negou ter cometido crimes e que irá se manifestar nos autos no momento certo. O chefe do executivo também disse que a suplementação aprovada para a Câmara de R$ 6,7 milhões dois dias depois de que um vídeo dele recebendo dinheiro do ex-chefe de gabinete de Silval, não tem relação nenhuma.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade