SECRETáRIO DE MT E IRMãOS EMPREITEIROS TAMBéM SãO ALVOS DA PF
14.09.2017

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Carlos Avalone Júnior (PSDB), é um dos alvos da Operação Malebolge, a 12ª fase da Ararath, assim como os seus irmãos Marcelo Avalone e Carlos Eduardo Avalone, empresários do ramo de construção civil.

 

Eles foram alvos de mandados de buscas e apreensões, na manhã desta quinta-feira (14), em seus endereços comerciais, residenciais, assim como no gabinete de Carlos Avalone na Sedec.

 

A operação foi autorizada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), e teve como base as delações do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), de seus familiares e de seu assessor, homologados no mês passado.

 

Um dos fatos que motivaram a medida, solicitada pelo Ministério Público Federal (MPF), foi a suposta tentativa do ex-governador e atual ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e do próprio Silval em “comprar”, por R$ 6 milhões, a retratação do ex-secretário de Estado Eder Moraes, que havia prestado depoimento incriminando a dupla, em 2014.

 

“Éder de Moraes Dias recebeu os recursos através do empresário Celson Luiz Duarte Bezerra, com envolvimento, na intermediação do repasse, da empresa Três Irmãos Engenharia, de propriedade dos irmãos Carlos e Marcelo Avalone, que emitiram cheques com valores ‘oriundos de retornos devidos pelos contatos administrativos vinculados à Secretaria de Infraestrutura e Programa de Obras Petrobras’”, diz trecho da decisão.

 

Conforme Janot, depois dos pagamentos recebidos de Silval e Maggi, Eder Moraes “efetivamente veio a se retratar dos depoimentos em que os incriminava”.

 

Desta forma, o procurador afirmou ser necessárias as buscas e apreensões, “ante a possibilidade de localização de novas evidências que possam reforçar o conjunto probatório, de modo a permitir o deslinde de todas as circunstâncias dos fatos criminosos”.

 

“Veementes indícios”

 

Para o ministro Luiz Fux, as informações contidas no pedido mostraram que são “veementes” os indícios de que os suspeitos cometeram os crimes de obstrução de investigação.

 

“Neste contexto, justifica-se que se autorize o cumprimento da diligência tanto no domicílio pessoal quanto profissional dos Requeridos, considerando a perspectiva concreta de que, nos aludidos locais, sejam encontradas provas úteis ao prosseguimento da investigação, o que possuiria o condão de reforçar a suspeita quanto ao cometimento dos delitos cogitados”, afirmou.

 

De acordo com Fux, considerando o atual estágio da apuração dos fatos, a busca e apreensão é o meio “menos gravoso” possível para a colheita de elementos de prova complementares quanto aos fatos, a revelar tanto a necessidade quanto a proporcionalidade da medida postulada.

 

“Mormente em consideração à gravidade dos delitos, em tese, praticados, apenados com pena de reclusão, de 3 a 8 anos, além de multa, sem prejuízo das penas correspondentes às demais infrações penais eventualmente praticadas”, decidiu.

 

Veja os locais em que os irmãos Avalone foram alvos de buscas e apreensões:

 

MARCELO AVALONE

 

a) endereço residencial: Rua Buenos Aires, n. 530, apto. 1901, Edifício Di Cavalcanti, Bairro Jardim das Américas, Cuiabá/MT, CEP 78060-634;

b) endereço comercial: Construtora Três Irmãos, Rua O, lotes 99 a 108, Distrito Industrial, Cuiabá/MT;

c) endereço comercial: Valor Construtora, Rua O, lotes 109 a 123, Distrito Industrial, Cuiabá/MT;

 

CARLOS AVALONE JÚNIOR

 

a) endereço residencial: Rua Manoel Leopoldino, nº 155, apto. 801 (8º andar), Bairro Araés, Cuiabá/MT, CEP 78005-180;

b) endereço funcional: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico-SEDEC, Avenida Getúlio Vargas, 1077, Bairro Goiabeiras, Cuiabá/MT, CEP 78032-000;

 

CARLOS EDUARDO AVALONE

 

a) endereço residencial: Rua Manoel Leopoldino, nº 155, apto. 201 (2º andar), Bairro Araés, Cuiabá/MT, CEP 78005-180;

b) endereço comercial: Construtora Três Irmãos, Rua O, lotes 99 a 108, Distrito Industrial, Cuiabá/MT;

c) endereço comercial: Valor Construtora, Rua O, lotes 109 a 123, Distrito Industrial, Cuiabá/MT;

d) endereço comercial: MCA Construtora, Rua N, lotes 13 a 18, Distrito Industrial, Cuiabá/MT.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade