ACUSADA DE PAGAR PROPINA, CONSTRUTORA DE DEPUTADO é ALVO DA PF
14.09.2017

Agentes da Polícia Federal cumpriram mandados na construtora Trípolo, com sede em Rondonópolis. A empreiteira seria de propriedade do deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), o “Nininho”.

A construtora foi citada pelo ex-governador em seu acordo de colaboração premiada com a Procuradoria Geral da República (PGR). De acordo com Silval, a empreiteira pagava propina por obras  no programa MT Integrado.

O ex-governador, inclusive, trata o parlamentar como proprietário da construtora. Segundo Silval, o beneficiário do esquema com a construtora era o senador Wellington Fagundes (PR). O republicano, segundo Silval, teria acordo para receber de diversas empreiteiras que executavam obras no Estado.

“A pessoa responsável em acertar as propinas da Construtora Tripoli com Welington era o deputado estadual Nininho, pois a construtora é de sua propriedade”, diz trecho da delação.

“Nininho” também é citado em outros eventos criminosos pelo ex-governador. Ele é acusado de pagar R$ 7 milhões em propina para a concessionária Morro da Mesa vencer a concessão para administrar a MT-130, com cobrança de pedágio.

Além disso, o parlamentar também recebia “mensalinho” para manter a governabilidade na Assembleia Legislativa. O gabinete e a residência do deputado estadual também foram alvos de mandados nesta quinta-feira.

OPERAÇÃO MALEBOLGE

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal desencadearam nesta quinta-feira (14) a Operação Malebolge - 12ª fase da Ararath -,  que tem como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal em 64 endereços. Não há mandados de prisão.

Participam da ação 270 pessoas dentre policiais federais e membros do MPF nos seguintes municípios: Cuiabá, Rondonópolis, Primavera do Leste, Araputanga, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Juara, Sorriso, Sinop, Brasília e São Paulo.

Até o momento, os alvos identificados são os gabinetes dos deputados estaduais citados na delação do ex-governador. Já foram confirmados os gabinetes de Ondanir Bortolini (PSD) "Nininho", Gilmar Fabris (PSD) e Baiano Filho (PSDB). Em Sorriso, policiais estão na casa do deputado estadual José Domingos Fraga (PSD), enquanto em Juara o alvo é a prefeita Luciane Bezerra (PSB).

Em Rondonópolis, o alvo é ex-deputado estadual Hermínio Barreto também é alvo. Em Araputanga, policiais estão em endereços ligados ao ex-deputado Airton Rondina "Português" e, em Pontes e Lacerda, policiais cumprem buscas contra o ex-deputado Antonio Azambuja.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Carlos Avalone, também é alvo.

Em Brasília, os agentes da Polícia Federal estão na casa do ministro da Agricultura, Blairo Maggi. A residência dele em Rondonópolis e o prédio da Amaggi, em Cuiabá, também são alvos. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade